Publicado em 14/03/2016 as 1:00pm

Brasileiro é acusado de agredir namorada grávida

A vítima, que está grávida de dois meses de Antônio, relatou ainda que quando ela tentou chamar a polícia, o acusado quebrou o telefone dela.

Um homem sem-teto está sendo mantido preso sem direito a fiança, depois que as autoridades disseram que ele agrediu a sua namorada que está grávida. O ocorrido foi registrado na quarta-feira (09), na cidade de Framingham (Massachusetts).

Durante uma audiência no Tribunal Distrital de Framingham, na quinta-feira (10), a Promotora Megan Fitzgerald disse que a polícia, Antônio Brandão, 28 anos, foi preso na casa de sua namorada, localizada na Avon Street, por volta das 8:20 p.m.

Os policiais foram acionados para atender uma ocorrência de violência doméstica. Quando eles chegaram ao local, conversaram com a vítima que afirmou ter sido agredida pelo acusado. “Ela informou que Antônio a acertou com um soco no rosto no rosto”, relatou o Boletim de Ocorrência.

A vítima, que está grávida de dois meses de Antônio, relatou ainda que quando ela tentou chamar a polícia, o acusado quebrou o telefone dela.

Os policiais encontraram o suposto agressor trancado em um quarto no apartamento. Ele disse que não sairia, mas depois resolveu abrir a porta e obedecer os policiais. Antônio foi preso e acusado de agressão agravada e lesão corporal, além de intimidação de testemunha e destruição maliciosa de propriedade alheia.

Fitzgerald pediu ao Juiz Douglas Stark que mantivesse o acusado preso sem direito a fiança, enquanto aguarda uma audiência para determinar se ele é um perigo para a sociedade.

Antônio também tinha um mandado de prisão expedido pelo Tribunal Distrital de Natick  por violar uma ordem de restrição emitida em janeiro deste ano, envolvendo outra mulher. O acusado também enfrenta um processo de violência doméstica contra uma mulher em Millis.

No dia em que ele cometeu a agressão em Framigham, havia uma audiência marcada para ele em Natick, mas ele não compareceu e por isso emitida a ordem de prisão. O acusado também cumpriu um ano de prisão por tentar estrangular uma pessoa em 2014.

O juiz Stark determinou que Antônio fique detido, sem fiança, até esta segunda-feira (14).

 

Fonte: braziliantimes.com