Publicado em 14/03/2016 as 8:00pm

Brasileiro em Massachusetts, com esclerose múltipla precisa de ajuda

A família quer levar Joelson Cardoso para a Califórnia e fazer tratamento com células troncos

Joelson Cardoso é uma pessoa alegre, dinâmica, extrovertida que adorava dançar, sair com os amigos e viver a vida. É assim que Márcia Cardoso define o seu esposo, com o qual está casada há 22 anos. “O que me encantou nele foi toda esta vivacidade e alegria. Tudo nele era e é lindo”, disse ela bastante emocionada ao falar sobre as atuais condições do marido.

Márcia fala que depois da doença, toda a alegria de Joelson foi encoberta pelo aborrecimento, tristeza e desilusão. “Ficou muito difícil para ele, pois hoje não consegue mais caminhar, trabalhar e vive o dia inteiro trancado em casa. Isso tem sido muito frustrante para ele”, disse a esposa. Joelson é natural de Curitiba (Paraná) e vive com sua esposa nos Estados Unidos há cerca 21 anos.

Eles moram com dois filhos, que nasceram neste país, na cidade de Melrose (Massachusetts). Ele trabalhava como motorista de caminhão e há oito anos ele foi diagnosticado com Esclerose Múltipla, uma doença degenerativa que não tem cura. Nesta doença, as lesões nos nervos causam distúrbios na comunicação entre o cérebro e o corpo. A esclerose múltipla causa muitos sintomas diferentes, entre eles perda da visão, dor, fadiga e comprometimento da coordenação motora. Os sintomas, sua gravidade e duração variam conforme a pessoa. Algumas pessoas podem não apresentar sintomas por quase toda a vida, enquanto outras apresentam sintomas crônicos graves que nunca desaparecem.

Fisioterapia e medicamentos que inibem o sistema imunológico podem ajudar contra os sintomas e a retardar a progressão da doença. Márcia explica que devido a doença, o marido faz as coisas com muita dificuldade e passa a maior parte do tempo lendo e estudando. “Mesmo assim, ele é um excelente marido e pai sempre presente. Ele tenta viver a vida da melhor forma possível”, fala.

 

TRATAMENTO

Assim que foi diagnosticado, Joelson passou por uma sessão de quimioterapia e logo em seguida teve que tomar vários remédios. Mas isso lhe fez muito mal e o estava deixando depressivo, conforme a sua esposa. “A medicação o deixava inchado”, fala ressaltando que o marido também passou por um período de injeções que também lhe causou reações. “Foi então que descobrimos um tratamento indicado por um médico chamado Cícero Coimbra, a base de Vitamina D”, continuou. Márcia afirma que o novo tratamento fez muito bem para o marido e que ele começou a sentir menos dores nas juntas, o formigamento foi reduzido, entre outros efeitos. “Ele ainda continua seguindo as orientações”, disse. Agora, a família descobriu que na Califórnia existe um tratamento com células troncos que, apesar de não curar a doença, traz grandes benefícios e Joelson poderá até caminhar e fazer outras atividades.

 

CAMPANHA

Como Joelson está impossibilitado de trabalhar, Márcia é a única pessoa a prover o sustento de sua casa. Ela não tem condições de arcar com as despesas do tratamento e ainda pagar as contas pessoais. Por isso a comunidade tem se unido para promover campanhas em prol de levantar dinheiro para ajudar. A família precisa de US$17 mil para ir até a Califórnia a realizar o tratamento de células troncos. Para ajudar a levantar esta quantia, um jantar beneficente vai ser realizado no dia 09 de abril, na Igreja Santo Antônio de Somerville (Massachusetts).

O endereço é 12 Properzy Way. O valor do convite é de US$30.00 para adultos e US$15.00 para crianças. Estão inclusos comida, sobremesa e aperitivos. O evento tem o apoio do Food Prepared by Chef Fabio Tomaz Team.

A animação será conduzida pelo DJ Kbrini Halls. Quem não puder ir ao jantar e quiser ajudar, pode ligar para Márcia através do telefone (617) 784-0513.

Fonte: Negócio Fechado

Fonte: braziliantimes.com