Publicado em 23/03/2016 as 9:50am

Malícia do Forró: 11 anos de sucesso nos EUA

Atualmente, a Malícia do Forró está com apresentações fixas no Samba Bar, em Somerville

Formada em Governador Valadares (Minas Gerais), a Malícia do Forró se tornou uma das mais queridas da comunidade brasileira na New England. No início, era apenas a cantora Roberta e o tecladista Ricardinho que se apresentavam. “Nos apresentávamos em barzinhos, pequenos eventos e aberturas de shows. Mas um dia recebemos um convite para cantar nos Estados Unidos e isso mudou a nossa vida”, disse ela.

Segundo Roberta, eles foram fazer a abertura da banda Marca Passo e uma pessoa fez o convite. A artista fala que no início não deu muita atenção, pois jamais pensou em sair de Minas para se apresentar em outro estado, ainda mais fora do Brasil. “Mas um tempo depois, ela nos mandou um recado de que estava tudo certo para o show e ficamos muito animados”, acrescenta.

Eles aportaram em terras norte-americanos no ano de 2004, e desde na época se reuniram com outros músicos e formaram a Banda Malícia do Forró. Há 11 anos na estrada e com uma agenda de shows nas principais casas noturnas brasileiras, o grupo vem ganhando destaque em vários estados deste país.

Atualmente, a Malícia do Forró está com apresentações fixas no Samba Bar, em Somerville, um dos poucos locais de Massachusetts genuinamente brasileiro. Além disso, a Malícia do Forró já se apresentou no Clube Lido, no Holiday Inn e em outras noites brasileiras, comandadas pelos produtores Júlio Braga, Carlos Silva e outros.

A banda cresceu e hoje conta com sete integrantes: Serjão, baixista remanescente da Banda Calypso, Luis Silva, guitarrista que já tocou para Amado Batista, Ricardinho, o tecladista. Marcelo Rocha, ex-baterista da Banda Ponto Com., Genair, vocalista de frente e Roberta, também vocalista.

A cantora explica que no início a maior dificuldade foi conseguir fazer com que o público se adaptasse e aceitasse o estilo musical da banda, até então desconhecido da comunidade. “Nós tocávamos forró, mas era apenas eu na voz e Ricardinho no teclado. O pessoal não estava acostumado com isso e uma vez uma banda se recusou a dividir palco conosco, por não dar muita confiança e achar que não dávamos conta do recado”, disse.

A banda trouxe o ritmo do nordeste, que era diferente do que se tocava nas noites brasileiras na época. Roberta lembra que muitas pessoas não sabiam como dançar e perguntavam para ela como fazer.

A banda ainda não vive só da música e isso torna os ensaios um pouco difícil. Roberta explica que todos os integrantes têm um trabalho paralelo e quando é preciso apresentar uma música nova, “cada um pega a sua parte e envia via whatsapp”. Depois, antes do show, eles passam a música umas três vezes e dão um show na apresentação.

Um dos grandes eventos que está na agenda da banda é uma apresentação no Festival de Verão de Lowell, que acontece no dia 9 de junho. “Esperamos milhares de pessoas para esta festa que reúne brasileiros de todo o estado”, disse ela.

Os interessados em contratar a banda ou saber mais sobre ela, é só ligar no telefones (508) 840-7229, com Roberta, ou (617) 501-5645, com Ricardinho

 

APOIO

Roberta cita o apoio que recebe do baterista Marcelo Rocha, que “tem sido o seu suporte na banda”. Ela afirma que ele é perfeito como músico. “É a peça chave da Malícia do Forró, pois ele canta, toca vários instrumentos e passa muita experiência para todos os demais integrantes”, afirma.

Fonte: braziliantimes.com