Publicado em 30/03/2016 as 12:30pm

Em Massachusetts, filho pede para ver os pais antes de morrer

O casal luta para obter o Visto e conta com a ajuda do ativista Dário Galvão e um grupo de políticos brasileiros que abraçaram a causa

Tendo os Vistos negados uma vez, o casal mineiro Marly Nunes Barbosa Sobrinho e Guido Gonçalves Sobrinho, tentará mais uma vez autorização para entrar nos Estados Unidos. Os dois querem ficar perto do filho Gleidson Gonçalves, que mora em Falmouth (Massachusetts) e luta para se curar da Leucemia a espera de um doador.

O ativista Dário Galvão explica que quando soube da vontade do casal em estar ao lado de Gleidson, sentiu uma intensa vontade em ajudar. “Todos sabemos da importância do apoio familiar quando enfrentamos alguma doença, ainda mais quando esta força vem dos nossos pais”, disse ressaltando que imediatamente procurou ajuda no Congresso Brasileiro.

Na segunda-feira (28), ele entrou em contato com os Senadores José Medeiros(PSD-MT), Antônio Anastasia (PSDB-MG), Dário Barguer (PMDB-SC) e as Deputadas Federais Geovania de Sá (PSDB-SC) e Maria Helena (PSB-RR). “Todos abraçaram a causa, inclusive o Senador democrata por Massachusetts, Edward Markey”, festeja o apoio recebido das autoridades. “Eles encaminharam documentos à embaixada dos Estados Unidos em Brasília relatando a importância dos Vistos”, continuou.

O Senador José Medeiros relatou em sua carta que se trata de uma questão humanitária. “Este foi o único pedido de Gleidson que se encontra em fase terminal e quer apenas ver os pais”, disse. Junto com o pedido, o legislador encaminhou cópias dos documentos do Dana-Farber Cancer Institute e Brigham and Women´s Hospital, comprovando a doença do rapaz e reforçando o pedido para a liberação dos Vistos.

O ativista Dário informou que a entrevista de Guido e Marly está marcada para esta quinta-feira (31) e espera que os funcionários da Embaixada se sensibilizem com a situação e permitam que Gleidson veja os pais neste momento difícil de sua vida.

A Deputada Geovania de Sá conseguiu fazer com que muitos outros parlamentares assinassem uma carta solicitando a liberação do Visto.

 

O RAPAZ

Gleidson Gonçalves tem 28 anos de idade Gleidson, natural de Pedra Menina, em Minas Gerais, e descobriu que estava com Leucemia em 2014. Na época, o seu irmão foi considerado compatível, mas após a realização do transplante de Medula Óssea, houve uma rejeição. Em Setembro de 2015 a Leucemia voltou e o rapaz reiniciou sua luta contra a doença.

Ele tem contado com o apoio, carinho e solidariedade dos brasileiros que realizaram campanhas em busca de um doador e angariar dinheiro para os custos do tratamento. O rapaz está internado no Dana-Farber e segundo amigos próximos, ele está consciente, mas conversa pouco. “Não há mais nada o que fazer”, disse Dário baseado no que os médicos informaram. “A única coisa que ele quer antes de morrer é ver os pais”, finalizou.

Fonte: Luciano Sodré