Publicado em 13/04/2016 as 4:00pm

Brasileiros pela carteira de motorista para indocumentados em MA

O grupo visitou membros da Comissão de Transporte e falou da importância da liberação do documento tanto para as famílias dos trabalhadores imigrantes, quanto para a segurança pública

Na segunda-feira, dia 11, data em que se celebra o “Dia do Imigrante em Massachusetts”, centenas de pessoas estiveram na State House em Boston para comemorar. Entre eles, estava um grupo com dezenas de brasileiros que foi ao local, também, para conversar com membros da Comissão de Transporte. Isso porque, eles estão de posse de um projeto que poderá conceder carteira de motorista para indocumentados no estado.

O Grupo Mulher Brasileira foi uma das entidades que mobilizou as pessoas para se fazerem presentes neste dia e lutar pelos seus direitos. A presidente Heloisa Galvão citou a importância de uma participação maciça da comunidade. “Sempre que tem um projeto de nosso interesse, é necessário que nós sempre visitamos a State House, pois isso pode pressionar e mostrar aos legisladores que estamos vivos e vamos lutar pelo que queremos”, disse.

A Comissão de Transporte vai deliberar sobre o projeto sobre o projeto no dia 2 de maio e até lá, as entidades querem promover outras visitas aos membros para que eles se sintam pressionados e percebam que estarão fazendo um bem para o estado se seguirem adiante. “Nós não podemos permitir que eles o engavetem mais uma vez”, afirma Heloísa.

O grupo visitou o gabinete do presidente da Comissão, deputado Strauss, e do vice-presidente, o senador McGee. Também esteve com o do líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Robert DeLeo. Durante as visitas, as famílias brasileiras falaram sobre as dificuldades que enfrentam por não terem uma carteira de motorista e o terror e a pressão que vivem por dirigirem sem carteira.

“O Dia do Imigrante foi uma ótima oportunidade para ressaltar o direito de todos os residentes do estado de terem uma carteira de motorista. A estratégia agora é continuar lembrando os parlamentares que vão votar no projeto, ligando para seus gabinetes e ligando para seu próprio representante político para que ele, ou ela, pressione os membros da Comissão de Transporte”, acrescenta ela.

O ativista político Júlio Morais ressaltou que segunda-feira foi um dia importante para a comunidade imigrante, pois os legisladores de Massachusetts puderam perceber que as pessoas estão unidas e vão lutar para que projeto siga adiante. “Hoje é um dia em que muitos visitam a State House e por isso esta manifestação foi bastante significativa”, disse.

Morais cita ainda que mais pessoas devem abraçar este tipo de movimento, pois “nós nos apresentarmos e mostrar que somos volumosos, os políticos nos olharão de outra maneira”. O ativista afirma que um movimento formado por muitas pessoas mostra aos políticos que os imigrantes são muitos e que podem influenciar no futuro do estado.

Outro ponto citado por Morais é a segurança que a emissão aos indocumentados proporcionaria para o estado. Isso porque as autoridades teriam todos os dados motorista e qualquer infração ele seria encontrado com facilidade. “Este país é formado por imigrantes e antes de nós viram os italianos, holandeses, judeus e outros. Os brasileiros e demais latinos foram a nova geração da imigração. Nós também queremos os mesmos direitos que os demais, pois somos peça fundamental na economia do país”, conclui.

Outro que também este na State House foi o ativista Dario Galvão que destacou que “a comunidade brasileira precisa ser mais participativa em manifestações como essas”. Ele fala que o grupo de brasileiros foi pequeno comparado ao que deveria e tinha condição de ir. “Mesmo assim, os poucos que foram mostraram a sua força e os representantes que visitamos ficaram impressionados o que é um bom sinal”, disse.

Fonte: Luciano Sodré

Top News