Publicado em 29/04/2016 as 3:00pm

Estudante mineira de 18 anos participa de Programa de Intercâmbio em Minesota

Além dos estudos, Julia Ciscato tem se dedicado ao Softball, além de atividades manuais e musicais

Ter a oportunidade de fazer um intercâmbio, certamente marca para sempre a vida de um jovem. Vivenciar o dia-a-dia de um outro país e poder imergir em outra cultura e idioma é, sem dúvida, uma experiência de vida única e inesquecível. É essa experiência que a jovem de 18 anos, Julia Ciscato tem experimentado aqui nos Estados Unidos desde setembro do ano passado.  Tendo nos pais seus maiores incentivadores, a mineira natural de Monte Verde, escolheu a cidade de Lewiston, no Estado de Minesota, para vivenciar tudo isso através dos estudos durante o período de um ano letivo.

Estudante da 11 th na Lewiston Altura High School, ela dedica boa parte do seu tempo aos estudos e ao esporte. Julia aprendeu a gostar de Softball e tem se destacado nesse esporte, onde já irá participar de campeonatos. Para se preparar e não fazer feio, ela treina diariamente por duas horas. “Me interessei por Softball por que não temos esse esporte no Brasil, assim tive a oportunidade de me envolver mais na cultura, pois tenho muitas amigas americanas que também jogam”, relata a jovem.

Além do gosto pelo novo esporte, o intercâmbio também proporcionou a Julia a desenvolver habilidades manuais e musicais, tais como cerâmica, onde através de um trabalho que fez pode participar da High School League of Arts e a flauta transversal, que deu a ela a oportunidade de juntamente com a banda da qual faz parte, participar de um workshop com diretores musicais da Disney.

Morando com uma família de americanos, a adolescente, que retorna ao Brasil e junho, relata estar vivenciando os melhores dias de sua vida. “Eu não trocaria por nada esse ano que morei aqui. Foi, com certeza, uma das melhores coisas que já fiz na vida, vivenciei momentos que jamais irei esquecer. A bagagem cultural e a maturidade que ganhei, com certeza mudaram minha vida e quem eu sou hoje”, comemora. “Sou eternamente grata a minha família e a minha host Family por me apoiarem e tornarem meu sonho realidade. Vou sentir muita falta”, finaliza.

Fonte: Thais Partamian Victorello