Publicado em 1/05/2016 as 11:30pm

Projeto Comunidade Feliz trará curso gratuito de scrapbook em Framingham

A scraper paulistana Patricia Karagulian ministrará o curso no sábado, dia 14 de maio

O projeto “Comunidade Feliz” traz como tema do seu próximo curso gratuito o Scrapbook. Para isso a scraper brasileira Patrícia Karagulian virá de São Paulo para ministrar o curso que acontecerá sábado, dia 14 de maio, com início a 1pm e termino as 4pm em Framingham.

A paulistana Patrícia Karagulian é advogada por formação, mas viu no seu hobby uma mudança de profissão. Há nove anos ela descobriu o scrapbook e se apaixonou. “Uma amiga me mostrou um álbum, fiquei interessada e busquei informações nas redes sociais. Depois comecei a viajar pelo Brasil para fazer cursos e conhecer novas técnicas. Na época tínhamos poucos materiais no Brasil. Boa parte do material vinha dos Estados Unidos.”, conta.

A proposta para começar a ministrar cursos de scrapbook veio em 2011, através da proposta de uma das maiores empresas brasileiras do ramo, a Toke Crie. “Uma amiga foi convidada por uma designer da empresa, mas ela achou que o seu perfil não se encaixava e me indicou.”, relata. Passados cinco anos, hoje a scraper é referência em aulas de scrapbook em São Paulo. Patrícia atualmente ministra aulas na empresa, em programas de TV e também faz o passo-a-passo de projetos em revistas brasileiras especializadas no ramo de artesanatos.

Quanto a expectativa de lecionar o primeiro curso de scrap em parceria com o projeto “Comunidade Feliz” em Massachusetts, Patrícia revela. “Melhor é dar do que receber, então estou muito contente em poder compartilhar o dom que recebi de Deus. O scrapbook uni as pessoas, pois compartilhamos momentos através das fotos, reunimos amigas para criar páginas divertidas e fazer projetos”, finaliza Patrícia.

O Scrapbook é a arte de decorar e estilizar álbuns fotográficos, mas a técnica pode ser aplicada também em outros artigos, como convites de aniversários, agendas, marcadores de livro, lembrancinhas, cadernos, etc. Ao contrário do que se imagina, os scrapbooks não são uma novidade. Pelo contrário, esse tipo de arte teve início há alguns séculos. O primeiro registro data do século XVII, na Alemanha, onde se faziam diários ou álbuns de memória artesanalmente. Aqui nos Estados Unidos, a técnica tem pouco mais de cem anos e é o país onde ficou mais popularizada.

O curso de scrap em Framingham terá o patrocínio de empresas brasileiras como Toke Crie, Poloplastico, Momento Divertido e Plavitec, que irão disponibilizar o material necessário para a aula. Para inscrições e mais informações envie um e-mail para a coordenadora do projeto Adriana Nascimento ivodri12@yahoo.com.

Fonte: Thais Partamian Victorello