Publicado em 16/05/2016 as 2:00pm

Projeto artístico criado em Campinas está em exposição em NYC

Os criadores da exposição explicam que "no início, o projeto propôs que os participantes confeccionassem seu autorretrato em caixas de papelão

O "Projeto Caixa - Art in Box", que nasceu em Campinas, no interior de São Paulo, hoje está em New York, na Ward Nasse Gallery, no Soho, com curadoria de Leda Maria Prado. O coquetel de lançamento aconteceu no último sábado, 14 de maio e exibição das obras ficam disponíveis até o próximo dia 24. É a terceira edição da mostra idealizada por Alvaro Azzan, Celso Norte Maria Inês Saba. Participam desta edição em Manhattan 32 artistas e cada um expõe uma caixa e uma tela.

Campinas, cidade na qual o projeto foi criado, está representada por nove artistas-plásticos, os demais são de Piracicaba, Santa Barbara d'Oeste, São Paulo, Brasília, Estados Unidos, Rússia e Canadá.

Quando o "Art in Box" foi criado a finalidade era construir uma carreira nacional e internacional, além de contribuir para o intercâmbio entre os artistas e essa exposição na Big Apple mostra que a ideia deu certo!

Os criadores da exposição explicam que "no início, o projeto propôs que os participantes confeccionassem seu autorretrato em caixas de papelão. A ideia nasceu a partir dos encontros mensais promovidos pelo atelier Vivaz, de Alvaro Azzan, em Maio de 2014. Os trabalhos podiam ser executados com qualquer técnica - pintura, colagem, fotografia, silk, gravura, spray, ente outras – e em qualquer tamanho, tendo, no máximo, 40 cm x 40 cm e, no mínimo, a dimensão de uma caixa de fósforo. Com isso, obteve-se uma diversidade de conceitos e técnicas. Desde então, eles continuam mostrando o projeto em todo o Brasil, ampliando os temas, mas mantendo o formato".

Nossa redação entrevistou também a curadora da exposição em NYC, Leda Maria Prado, que traz em sua bagagem artística importantes trabalhos realizados não só em NYC, mas também no Canadá, Berlim e Brasil. Leda possui formação pela FAAP, Fatea, ambas no Brasil, Escola de Lorenzo Di Medici em Florença - Itália, The Art Student League (NYC) e Escola Estúdio de Desenho, Pintura e Escultura, também de NY.

Confira nosso bate-papo:

Qual ideia do Art In Box?

A ideia é mostrar que o material utilizado não interfere no poder criativo do artista, vários artistas da história da Arte também pintaram em caixas de sapato, ou outras de papelão, o resultado é maravilhoso no que diz respeito a cor, pintar no papel é uma delícia!

Como foi o processo de produção desta exposição?

 O Tema e técnicas foram livres. Eu penso que isto dá ao artista a liberdade necessária em seu processo criativo.

Quais foram seus critérios de escolha dos artistas?

Escolhi alguns que já trabalham comigo por um longo período, mas gosto de dar oportunidades aos novos também.

Como você analisa a arte brasileira no mercado americano?

Um capítulo à parte, porque a arte brasileira tem a cara do Brasil, e não vejo o público americano muito interessado no Brasil, ouço muito deles que é super busy, e muito colorida, sendo assim alguns gostam e outros não independente de ser arte brasileira.

A primeira edição do Projeto Caixa - Art in Box' foi em Campinas, em 2014. A 2ª, em Valinhos (2015). E, agora, chegaram aos Estados Unidos. “A próxima será na Europa”, afirma Azzan, mas sem ainda definir o país e a data.

Fonte: Marisa Abel