Publicado em 18/05/2016 as 3:00pm

Consulado alerta para despachantes que "enganam os brasileiros"

O Consulado afirmou que, por seguir uma política estabelecida pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil, não autoriza, recomenda ou indica o uso de serviços feitos por intermediários.

Em uma nota divulgada no seu site, o Consulado-geral do Brasil em Miami (Florida) fez um alertar em relação a despachantes que não estão agindo de acordo com as regras da sessão consular. Segundo o comunicado, alguns usam de uma artimanha mentirosa para conquistar clientes e angariar mais serviços.  “Eles prometem processos rápidos para a concessão de passaporte, autorização de viagens para menores, entre outros”, relatou o alerta.

Ainda segundo o comunicado, estes despachantes não podem fazer promessas de agilidade no processo, pois não dispõem desta prerrogativa, pois são meros intermediários entre os cidadãos e as autoridades consulares.

O Consulado afirmou que, por seguir uma política estabelecida pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil, não autoriza, recomenda ou indica o uso de serviços feitos por intermediários. Isso porque se o despachante demorar com o processo ou extraviar documentos, ele deve ser responsável diante do cliente.

A maneira mais rápida para resolver as pendências documentais ou de registro no Brasil é procurar diretamente o Consulado-Geral do Brasil. A repartição consular orienta aos brasileiros para que verifique, antecipadamente, no site www.miami.itamaraty.gov.br a documentação necessária. Somente serão aceitos pagamentos feitos por “money order” do correio norte-americano, que devem ser adquiridas nas agências postais.

Fonte: braziliantimes.com