Publicado em 21/05/2016 as 11:18am

Brasileiro é preso por invadir residência pela segunda vez

Na primeira vez, Vinícius Alves teria ameaçado matar a mulher colocando uma faca no pescoço dela

O Departamento de Polícia de Framingham (Massachusetts) informou, na terça-feira (17), que encontrou um homem escondido no basement do apartamento de sua namorada, na segunda-feira (16), depois que ele supostamente invadiu o local.

Segundo o Promotor Dan Storms, o brasileiro Vinícius Alves, 21 anos, foi encontrado e preso por volta das 8:23 p.m., no apartamento da mesma mulher que ele foi acusado de ter ameaçado com uma faca em fevereiro deste ano.

Na segunda-feira, a polícia foi até a Carlson Street para atender a uma ocorrência de invasão a residência. Os oficiais perguntaram para a mulher, mas ela disse que não sabia de nada. Eles pediram autorização para averiguar dentro da casa e descobriram o brasileiro escondido no basement. “Quando o rapaz foi levado para cima, ela parecia ter ficado surpresa ao vê-lo”, disse Storms.

Ainda segundo a promotoria, a mulher não convidou o brasileiro para entrar na casa e ele nem poderia estar lá. Isso porque em fevereiro, ele já tinha invadido a mesma casa e quando a mulher ameaçou chamar a polícia, ele a ameaçou matá-la com uma faca no pescoço. “Os investigadores acreditam que o rapaz tenha entrado pela janela”, continuou.

Como o rapaz já estava respondendo por um julgamento de invasão de domicílio e intimidação de testemunha, o promotor pediu a Juíza Jennifer Stark que mantivesse o brasileiro preso e que determinasse uma fiança de US$ 10 mil para este novo caso. Além disso, ele solicitou que o caso em andamento fosse revogado e que o Vinícius ficasse preso sem direito a fiança.

Mark Helwig, advogado de defesa, alega que seu cliente não invadiu a residência. “Ele me disse que ela o convidou para que ele pudesse pegar seus documentos de imigração”, disse.

A juíza revogou a fiança do caso em aberto, ordenando que o brasileiro fique detido sem fiança por 90 dias. Ela também definir o valor de US$5.000 para este novo processo.

Vinícius deve voltar ao tribunal no dia 6 de junho para uma conferência de pré-julgamento.

Fonte: braziliantimes.com