Publicado em 15/06/2016 as 6:00pm

Brasileiros que ultrapassam o Visto quase nunca são capturados, afirmam autoridades federais

As autoridades federais dos Estados Unidos admitiram nesta terça-feira, dia 14, que apenas uma parcela muito pequena dos imigrantes que ultrapassam a permanência dos Vistos é que é capturada.

As autoridades federais dos Estados Unidos admitiram nesta terça-feira, dia 14, que apenas uma parcela muito pequena dos imigrantes que ultrapassam a permanência dos Vistos é que é capturada. Segundo os dados, pelo menos 480 mil tiveram os seus vistos expirados no ano passado e que cerca de 5 milhões decidiram ficar e viver ilegalmente no país.

Mas os órgãos federais conseguiram encontrar apenas 10 mil deles, e prenderam menos de 2 mil. Isso porque os demais não se encaixam nas regras de alvos prioritários. "Nós utilizamos o nosso esquema de priorização, juntamente com os recursos que temos", disse Craig Healy, diretor-assistente de investigações de segurança nacional do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE).

Ele culpou a falta de financiamento e um ambiente complicado, onde as autoridades têm apenas informações limitadas, e leva meses para decidir se alguém realmente ultrapassou seus vistos e se são considerados infratores bastante sérios para uma deportação.

Segundo dados do Departamento de Segurança Interna (HSI, sigla em inglês), cerca de 50 milhões de vistos de negócios e turismo foram emitidos e 1 por cento - ou 500.000 - permaneceram no país mesmo após a sua permissão ter expirado em 2015. Os canadenses lideram alista, seguidos por imigrantes do México, Brasil, Alemanha e Itália.

"Ao deportar uma porcentagem tão pequena dos imigrantes que ultrapassaram o visto, a mensagem da administração do Presidente Obama é que se você não está condenado por um crime grave, você está autorizado a permanecer”, disse o deputado Lamar Smith, Republicano do Texas.

Fonte: braziliantimes.com