Publicado em 15/06/2016 as 3:00pm

Chefe de polícia de Carolina do Norte ataca verbalmente policial brasileiro em Massachusetts

Para se defender de recentes acusações de que não é um chefe de polícia em Carolina do Norte, Marcos Bomfim ataca o policial Rafael, da polícia de Marlborough (MA)

Uma publicação feita em um grupo do Facebook chamado “Comunidade Marlborough - Bazar Marlborough” gerou uma grande polêmica nas redes socais no último final de semana. Sem nome de quem publicou, o texto alertava as pessoas para terem cuidados com brasileiro Marcos Bomfim e colocou em cheque a afirmação de que ele é realmente um chefe de polícia.

Marcos Bomfim ficou conhecido na comunidade brasileira depois de surgir na mídia comunitária, inclusive no jornal Brazilian Times, como chefe da “Special King Police” de Charlotte (Carolina do Norte). Ele publica vídeos dando orientações sobre leis norte-americanas, como agir durante uma abordagem policial e outros pontos considerados importantes para que o brasileiro tenha conhecimento nos Estados Unidos.

Na publicação, o autor afirma que Marcos Bomfim é um enganador e que nunca foi policial e que se trata de um chefe de uma empresa de segurança. A cada dia aparece uma pessoa tentando enganar a nossa comunidade. Recentemente encontrei este sujeito que se diz ser chefe de polícia, o senhor Marcos Bomfim. Ele já apareceu nos jornais brasileiros e coloca vídeos na internet com uniforme da polícia. Durante minha investigação, descobri que ele não é e nunca foi policial. Ele é ‘chefe’ de uma empresa de segurança, mas não tem nada a ver com a polícia. Não sei quais são as intenções dele, mas tentar se identificar como policial quando não é. Deixe a sua opinião”, relatou a publicação.

Para rebater esta acusação, Marcos publicou um vídeo nesta terça-feira (14), reafirmando que ele é Chefe de Polícia da King Special Police e que está sendo vítima de uma tentativa de difamação. Em seu desabafo, ele acusa o brasileiro Rafael, que é policial na cidade de Marlborough (Massachusetts), apesar do nome de quem publicou não aparecer. “Você é um covarde e como policial você tem obrigação de ligar para o FBI e me denunciar se eu estou agindo desta forma, pois isso é um crime federal”, disse.

Bomfim indaga ainda o porquê do denunciante não ter ligado para as autoridades da Carolina do Norte para fazer a denúncia. “Você deveria ter feito isso, mas não. Preferiu se promover em um grupo e você me envergonha”, disse. “Receber críticas de pessoas comuns eu já me acostumei, mas de um policial, isso me envergonha. Eu tenho pena de você”, continuou. “Se você é homem, macho, liga pro FBI e denuncia. Quero ver se tu é homem de fazer isso”, finaliza.

A redação do Brazilian Times tentou encontrar em contato com Rafael para saber o que realmente aconteceu e se ele está mesmo envolvido nesta história, mas não obteve êxito.

Fonte: braziliantimes.com