Publicado em 11/07/2016 as 6:30pm

Prefeito de Somerville (MA) reafirma: "Não vamos caçar imigrantes indocumentados"

Curtatone não quer policiais atuando como agentes de imigração

Recentemente, o governador de Massachusetts, Charlie Baker, anunciou uma nova política na forma como o estão vai lidar com as interações entre a polícia estadual e autoridades federais de imigração. Mas alguns prefeitos se mostraram contrário à esta atitude, entre eles o prefeito de Somerville, Joe Curtatone.

Nesta semana, ele usou as mídias sociais para, mais uma vez, afirmar que a sua cidade não vai aderir ao programa e continuará mantendo a sua política de boa vizinhança para com os imigrantes. “Mas eu aprovo a parte que Baker disse que sua preocupação maior é em relação aos estrangeiros criminosos. Isso eu já faço em Somerville há anos e o imigrante que representa perigo realmente não pode ficar solto”, disse. “Criminosos violentos nunca tiveram espaço por aqui e jamais terão”, continuou.

Curtatone explicou que o motivo de falar novamente sobre o assunto é porque alguns moradores da cidade ficaram em dúvidas sobre a real posição da Cidade em relação as medidas anunciadas por Baker. “Quero reafirmar, em definitivo, para quem se preocupa sobre isso, que nada mudou na maneira de tratar os imigrantes em nossa comunidade”, disse.

O prefeito acrescentou que, além de abrir as portas para os imigrantes de bem, luta por uma política de imigração humana e uma reforma tanto a nível estadual quanto federal. “Nós não defendemos a política que separa famílias e as políticas federais de imigração são confusas e contraditórias. Às vezes é difícil segui-las”, explicou.

Ele ainda ressaltou que estas políticas têm ameaçada lares onde alguns membros da família estão em situação legal e outros correm risco porque não há um caminho para legalizá-los. “Eu não acredito que separando famílias, acabando com casamentos, perseguindo avós imigrantes que chegaram aqui há muitos anos possa ser o caminho para resolver o problema de imigração”, disse.

Em segundo lugar, o prefeito afirmou que seus policiais trabalhando no combate ao crime e promovendo uma interação comunitária com a sociedade, incluindo os residentes sem documentos. “Ninguém deve ter medo de denunciar um crime à polícia, informar que são vítimas de algum abuso ou ser testemunha”, disse ele. “Nossos policiais são responsáveis para por manter a paz local e não em agir como substitutos das autoridades federais de imigração”, finalizou.

Por três décadas Somerville tem sido um grande exemplo de como as políticas humanas de imigração podem ajudar no crescimento da cidade.

Fonte: braziliantimes.com