Publicado em 29/08/2016 as 7:00am

Corpo de catarinense que morreu ao cair de uma altura de cerca de 15 metros e trasladado para o Brasil

Adilson trabalhava pintando uma caixa d'agua quando caiu e morreu em New Jersey

No último dia 15 o catarinense, natural da cidade de Reserva, Adilson Vozniak, 37 anos, morador de Newark, saiu para trabalhar e não voltou mais. Há cerca de quatro meses nos EUA, ele trabalhava no ramo de pintura e no dia 15 ele estava nas proximidades do Morris Knolls High School, na 48 Knoll Dr.em Rockaway (NJ), pintando uma caixa d’ d’água quando se desiquilibrou, caindo de uma altura de cerca de 15 metros. Durante a queda, o brasileiro teria batido a cabeça nas barras do andaime, sofrendo traumatismo craniano e fraturas nas costelas. Adilson chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Saint Clare’s, onde foi declarado morto.

Segundo informações do jornal Brazilian Voice, que conversou com um primo da vítima, José Geraldo Wosniak, antes de imigrar para os EUA, Adilson era caminhoneiro no Brasil e atualmente trabalhava como pintor de pontes e viadutos em New Jersey. Ele havia visitado os EUA anteriormente, onde teve contato com outros imigrantes paranaenses, quando gostou do país e resolveu retornar em busca de trabalho. O seu objetivo era trabalhar na pintura durante 1 ano e meio, até poder comprar um caminhão e voltar ao Brasil. Apesar da distância da família, ele aparentava gostar do trabalho e estar feliz, detalhou o primo.

José Geraldo ainda teria dito que, no dia do incidente, quando saiu de casa, o primo ainda dormia e às 3 horas da tarde recebeu uma ligação informando-lhe sobre o trágico acidente. Adilson ainda foi encontrado no chão respirando, entretanto, não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu momentos depois. Ainda segundo o primo, com o apoio do amigo Mário Schraier, que possui uma companhia de construção, a companhia que Vozniak trabalhava pagou todas as despesas, ofereceu assistência e manteve contato constante.

O velório do brasileiro, era casado e tinha dois filhos, um menino de 14 e uma menina de 15 anos, aconteceu no sábado, dia 20, na Funerária Lombardi, localizada na 9 Smull Avenue, em Caldwell (NJ). O corpo de Adilson foi trasladado para o Brasil no dia seguinte, domingo, dia 21, para que familiares e amigos pudessem se despedir

O Departamento de Polícia de Denville (NJ) investiga as causas do acidente.

Fonte: Da redação