Publicado em 31/08/2016 as 8:00am

Vendia bolos em bares no Brasil e agora vai abrir uma loja Boca Raton (FL)

Apesar de ter muitas franquias em pouco tempo, ainda é cedo para dizer que a empresa é uma franqueadora de sucesso

Um bolo caseiro vendido em fatias no bar de um amigo, no centro do Rio de Janeiro, foi a receita que Alzira Ramos achou para ajudar no orçamento da casa, em 2007. Ali surgia o negócio da família: a rede Fábrica de Bolo Vó Alzira.

O negócio cresceu aos poucos, vendendo bolos em bares, lanchonetes e restaurantes. Em 2010, a antiga mercearia da família foi transformada em fábrica de bolos, e o cheiro logo atraiu a clientela. No ano seguinte, veio a segunda loja.

Em 2014, com o lançamento da franquia, a produção migrou para uma cozinha industrial que faz 600 mil bolos por mês. Hoje, aos 69 anos e com dois netos, "Vó Alzira" tem seu nome na fachada de 190 lojas –140 delas só no Estado do Rio.

Agora, se prepara para ir mais longe: pretende inaugurar uma loja em Boca Raton, na Flórida (EUA), no começo de 2017.

Muffins e cookies para americanos

O novo negócio, porém, não deve seguir a receita de sucesso usada no Brasil. A ideia é adaptar os produtos ao gosto americano e vender muffins, cupcakes, cookies e algumas opções de pães. Para isso, a família está desenvolvendo uma nova marca, ainda sem nome. O investimento previsto na empreitada não foi divulgado.

"Vai ser uma loja de doces para americanos, e não para brasileiros que vivem nos EUA", afirma Alexandre Martins, 33. Apesar de o negócio original ter o nome e as receitas de sua mãe, é ele quem comanda as operações. Dona Alzira supervisiona as lojas franqueadas e cuida do desenvolvimento dos produtos.

Internacionalizar é começar do zero

Apesar de ter muitas franquias em pouco tempo, ainda é cedo para dizer que a empresa é uma franqueadora de sucesso, segundo o consultor especializado em franquias Luis Stockler, da BaStockler. Ele diz que o segmento é muito competitivo.

Ele diz que abrir uma empresa em outro país é um negócio totalmente novo, pois os hábitos de consumo são diferentes, assim como os ingredientes, o equipamento, a mão-de-obra e as leis.

"Não dá para aproveitar a experiência adquirida no Brasil em um negócio no exterior, principalmente no ramo de alimentação. O ideal é ter uma consultoria ou um sócio local", declara. Saiba mais sobre a Fábrica de Bolo Vó Alzira no site www.fabricadebolo.com.

Fonte: uol.com.br