Publicado em 13/10/2016 as 10:41pm

Brasileira diz que viu "palhaço sinistro" em Framingham (MA)

Onda de palhaços aterrorizando pessoas teve início nos EUA e está percorrendo diversos países

Da Redação

Um dos assuntos mais comentados nas redes sociais e veículos de imprensa nas últimas semanas é o caso dos palhaços sinistros que vem aterrorizando pessoas no mundo todo e que teve início com relatos aqui nos Estados Unidos. O fenômeno, tem se alastrado pelos Estados Unidos e por diversos países da Europa, agora teria chegado também ao Brasil.

Na semana passada, na cidade norte-americana de Kentucky um homem teria disparado diversos tiros para o ar, ao saber que uma mulher havia presenciado a aparição de um desses palhaços em uma rodovia da cidade. Felizmente os tiros não atingiram ninguém, mas a cidade ficou em alerta.

No Alabama e no Texas, o alerta da presença desses tenebrosos palhaços já levou ao cancelamento das aulas em diversas escolas públicas. No Reino Unido e no Canadá a polícia recebeu queixas em várias cidades.

No Brasil já há relatos de aparições dos palhaços assustando moradores da cidade de São Paulo, mas ainda não há nenhuma ocorrência policial sobre o caso.

Relatos dão conta de que esses palhaços costumam cercar escolas e muitas vezes seguir crianças e assustá-las com facões no percurso de retorno as suas casas e que também assustam pessoas nas rodovias e parques locais menos iluminados. Vídeos mostrando como ocorre a ação desses palhaços tem se espalhado nas redes sociais nas últimas semanas.

O alarde é tamanho que fez com que o porta-voz da presidência americana, Josh Earnest, se pronunciasse sobre o caso durante uma conferência. “As autoridades locais estão analisando a situação com seriedade e irão investigar apropriadamente se perceberem que há ameaças à segurança pública”, afirmou.

Em Massachusetts o caso tem assustado mães da comunidade brasileira. A brasileira Bianca Araújo, residente na cidade de Milbury (MA), relata que recebeu um aviso da escola em que sua filha estuda, a Shaw Elementary School. “ Nós recebemos um aviso do superintendente das escolas públicas de Milbury, às 11pm de quarta-feira (dia 5), dizendo que a polícia da cidade entrou em contato com a escola afirmando que através de intercepções, souberam que os palhaços estariam na Shaw Elementary School, mas que poderíamos levar as crianças para a escola com calma, pois a polícia estaria à disposição cuidando das crianças. Mas às 5:50am, recebemos outro aviso que eles também iriam atacar na High School. Eu não levei a minha filha na escola, por que ficamos aterrorizados, nunca passamos por uma situação dessas e eu achei melhor não levá -la na escola”, afirma. A escola teria colocado psicólogos a disposição das crianças para explicar o ocorrido.

A brasileira Renata da Silva, moradora da cidade de Framingham afirma ter visto um homem suspeito com uma máscara de palhaço próximo a Main Street, no último final de semana, mas não sabe se realmente se trata de algum episódio ligado a esses casos. “Ele não estava todo fantasiado, usava apenas uma máscara muito esquisita de palhaço... Não pude observar muito pois estava de carro e fiquei assustada, mas nessa época em que muitos se fantasiam para essa festa tenebrosa que é o Halloween, fica difícil saber quem é quem. Eu já não gostava de palhaços, agora menos ainda”, afirmou.

A polícia americana ainda não sabe o que está por trás dessas aparições que tem aterrorizado crianças e adultos, mas está investigando os casos denunciados. Caso você veja algo suspeito, entre em contato com a polícia de sua cidade.

Fonte: Brazilian Times