Publicado em 17/10/2016 as 7:00pm

Perfil "falso" no facebook seduz homens em MA e NY e faz vídeos íntimos para extorqui-los

Golpe pode estar sendo aplicado também em brasileiros por uma possível quadrilha de portugueses no Facebook

No final de semana o Brazilian Times recebeu a denúncia de uma prática de extorsão que, cada vez mais, tem sido comum nas redes sociais. Um português residente em Massachusetts, caiu no golpe de um perfil falso no Facebook.

Segundo relatos da vítima, um perfil com o nome de Marceline Uceda Coll, costuma convidar homens para amizade na rede social e por “inbox” se insinua propondo a prática de sexo virtual com o uso de câmera webcam. De acordo com o denunciante (que prefere não ter sua identidade revelada) do outro lado da câmera uma suposta mulher se insinua, fica nua e induz a vítima a fazer o mesmo. Sem que a pessoa perceba, a mulher filma toda a cena. A extorsão acontece logo em seguida. Em posse das imagens íntimas, “Marceline” ameaça os homens pedindo que enviem dinheiro para ela, via Western Union, caso contrário ela ameaça postar as cenas nas redes sociais, YouTube e enviá-las aos familiares da vítima.

A vítima, com receio de ser constrangida com a divulgação das cenas, acaba cedendo as chantagens e depositando os valores exigidos em euros, uma vez que o golpe aparentemente tem sido aplicado por alguém que reside em Portugal. Em um dos trechos da conversa, a criminosa ameaça. “Vá agora me fazer uma transferência de € 300. Eu dou-lhe apenas 30 minutos. Então na minha volta, se eu não ver a foto dizendo que recebi € 300, em seguida eu juro sobre a cabeça da minha mãe, você vai ver do que eu sou capaz”, em outro trecho a pessoa diz ser uma autoridade, não ser mulher e ameaça arruinar a vida do rapaz. “Eu quero te dizer que eu também sou autoridade. Eu sou da rede de polícia e quero te dizer que não sou uma mulher. Se você gosta de jogar duro comigo eu vou começar a arruinar sua vida”, ameaça.

Cansado de ser extorquido o rapaz português, que reside em Massachusetts, resolveu pedir ajuda para resolver tentar sanar a situação e formalizar a queixa na polícia de Randolph (Massachusetts).

A vítima faz o alerta não só a comunidade portuguesa, mas também a comunidade brasileira, pois de acordo com relatos, esse perfil pode estar escondendo uma quadrilha que tem atuado fortemente através de bazares do Facebook também na comunidade brasileira para fazer novas vítimas em vários estados.

ALERTA

Este tipo de crime é comum na comunidade brasileira nos Estados Unidos e os golpistas que moram no Brasil aplicam o golpe principalmente em homens casados e acima de quarenta anos de idade. No ano passado o BT alertou sobre os perigos das redes sociais e relatou alguns casos, entre eles o de um brasileiro que enviou dinheiro para uma mulher durante anos com a promessa de casamento. Segundo ele, a “namorada” estava construindo uma casa para os dois, mas quando a vítima pediu a um amigo para checar o endereço dado por ela, descobriu que não havia nada no local.

Em relação ao tipo de golpe citado no início da matéria, o BT conversou com duas pessoas, uma residente em Somerville (Massachusetts) e outra em New York (New York). Elas passaram pelo mesmo problema, mas a primeira tomou providencias mais duras e contatou a Polícia Federal e algumas autoridades brasileiras, inclusive jornalistas para investigar o caso.

Depois de uma semana, AT, como pediu para ser identificado, descobriu que a golpista era uma adolescente que mora em Rondônia. Ele disse que conseguiu falar com ela e ficou com pena e não a denunciou. “Não sei porque não segui adiante, mas hoje acho graça de tudo isso”, afirma.

Fonte: Da redação