Publicado em 28/10/2016 as 10:56am

Empresa cobra US$369,665 para substituir grama destruída no Festeja Boston

Prefeito afirma que tentará reaver o dinheiro gasto neste trabalho e para isso vai acionar os responsáveis

Uma empresa de Maine apresentou uma oferta de US$369,665 para substituir a grama artificial do Veterans Memorial Stadium, em Lawrence (Massachusetts), que foi destruída durante um evento brasileiro, no dia 2. A prefeitura está confiante que este trabalho pode ser feito dentro do orçamento e ficará pronto a tempo do Thanksgiving Day Football,jogo entre Central Catholic e Lawrence High School.

A baixa oferta, apresentada pela NET Sports Group of Saco, é cerca de US$100 mil a menos do que era esperado pelo arquiteto que projetou o trabalho e é metade dos US$733 mil que apresentado durante os lances de quarta-feira, dia 26.

O arquiteto, Christian Huntress de Andover, projetou o novo campo sem nenhum custo para a cidade e é voluntário para orientar o trabalho até a conclusão. Ele disse que vai avaliar as propostas e apresentar a sua recomendação ao comprador responsável, Rita Brousseau, para que ela escolha um deles e se reúna nesta sexta-feira, dia 28.

Ele acredita que vá recomendar a NET Sports, a menos que encontre problemas em sua proposta. “Mas é pouco provável dada a experiência da empresa”, disse.

A NET Sports instalou gramas artificiais em vários campos, inclusive na Universidade de Boston, Universidade de Bentley e um campo de propriedade da cidade de Portland, Maine.

Se a cidade e a NET Sports assinar uma carta de intenções - um documento preliminar a um contrato - na sexta-feira, a empresa ao longo dos dias seguintes iria comprar os produtos, e iniciar o trabalho.  A nova grama, que virá da Greenfields, uma empresa na Georgia, pode chegar antes do dia 07 de novembro, segundo Huntress. "Cada dia conta agora", disse ele.

"Estamos cautelosamente otimistas e nos mantendo focados nas coisas que importam", afirmou o prefeito Daniel Rivera, disse após a abertura dos lances. "Parece que temos um bom contratante a um bom preço", continuou.

Se tudo correr bem, os trabalhos para instalar a nova grama começará um mês depois que o evento a destruiu - um ritmo alarmante para um município para concluir um projeto deste tamanho, segundo o prefeito.

O evento, chamado Festeja Boston, teve apresentações de artistas brasileiros e reuniu cerca de 10 mil pessoas – mil a mais do que a capacidade do estádio - e deixou a grama coberta de lixo, urina, óleo de cozinha e vidros quebrados.

Quando a destruição foi descoberta, na manhã seguinte, o campo foi declarado inseguro para jogar. Todos os jogos foram transferidos. Um consultor disse a Rivera que a substituição da grama e a reparação da pista e outros danos custariam US$ 875.000, embora NET Sports tenha feito uma oferta baixa e reduzido esta estimativa.

O prefeito disse que tem esperança de recuperar o valor gasto da Floripa Produtions, a empresa de shows brasileiros responsável pela festa. Ele não quis comentar sobre a maneira como está fazendo para fazer com que a empresa pague pelas despesas, mas ameaçou processá-la.

Fonte: Brazilian Times