Publicado em 4/11/2016 as 12:00pm

BEBÊ NASCEU COM 6 MESES: Brasileiro faz parto da esposa em casa

O caso aconteceu no dia 29 de outubro, na cidade de Marlborough (MA). Bebê foi levado ao hospital, onde permanece internado e passa bem.

Tudo ocorria normalmente na rotina do casal de brasileiros, ambos nascidos em Ipatinga (Minas Gerais) Ezequias Junior Dasilva e Nayara Dasilva, moradores da cidade de Marlborough (Massachusetts). Casados há dois anos, Nayara estava grávida de 26 semanas (aproximadamente 6 meses). Como toda gestante ela organizava o enxoval ansiosa para o nascimento do seu primogênito Jonah, cujo nascimento estava previsto para o início do ano, mais precisamente dia 25 de janeiro.

Sexta-feira, dia 28 de outubro, Nayara foi trabalhar e sentia muitas dores nas costas e nas pernas. Ao chegar em casa no final do dia, como as dores se tornaram mais intensas, ela tomou um remédio e foi deitar. De madrugada, aproximadamente as 2am, as dores ficaram mais mais intensas, foi quando Junior resolveu levar sua esposa ao hospital, em questão de minutos ela percebeu que a bolsa estourou, o que não seria problema se não fosse o detalhe da prematuridade do bebê. Mesmo cientes de que a situação era muito delicada, pois a gestação tinha apenas 26 semanas, eles procuraram manter a calma e ligar para o 911 para pedir ajuda. “Ao ligar para o 911 reconheci a voz do meu amigo Nicholas Evangelous, que trabalhava de plantão naquela noite. Nesse momento em que eu falava com ele a cabeça do meu filho começou a aparecer, eu orientei a minha esposa para fazer força, ela fez e ele então nasceu”, relata o pai emocionado. “Ele estava roxo, não respirava direito... Foi quando o policial Nick me disse para eu passar os dedos nas costas dele, aí ele respondeu na hora, mexendo com os bracinhos e as mãos.”

Junior conta que o socorro chegou muito rápido. “Eles foram muito rápidos, chegaram em menos de 5 minutos. Como era um bebê prematuro, ninguém sabia lidar direito com aquela situação, então ele foi levado rapidamente ao hospital de Marlborough para um melhor atendimento até a chegada de um grupo especial com uma incubadora”, relembra o pai.

De acordo com relatos de Junior, o nascimento e sobrevivencia do pequeno Jonah, surpreendeu a toda equipe de enfermagem e de médicos. “Eles diziam que foi um milagre, pois 99% das crianças que nascem em casa ou no carro, não sobrevivem por falta de ar, mas graças a Deus deu tudo certo. Em menos de 24 horas de nascido ele já estava respirando sem a ajuda de aparelhos e está super ativo, se mexendo muito. A cada dia que passa ele surpreende os médicos”, conta o pai orgulhoso.

Após avaliação a equipe médica chegou a informar aos pais que a previsão de alta hospitalar do pequeno guerreiro seria somente no final de janeiro, mas como Jonah já tem tido grandes progressos, os pais já foram informados que se prosseguir dessa forma, Jonah deve passar o Natal em casa com a família.

“Eu não sei explicar o que eu sinto...Parece coisa de outro mundo, na hora do parto eu senti toda a responsabilidade... Deus estava cuidando do Jonah”, afirmou o pai. Que aproveitou para deixar uma mensagem para o filho. “Jonah você é muito especial para mim. Antes de você nascer, Deus já sabia o seu nome e já tinha um propósito para você nessa terra. Não vejo a hora de você chegar em casa...Te amo!”. Junior também faz questão de agradecer todo o apoio e ajuda do Departamento de Polícia de Marlborough. “Quero deixar o meu agradecimento para o meu amigo Nicholas Evangelous que naquela noite trabalhava para o Marlborough Police Departament, Marlborough Fire e EMS”.

Fonte: Thaís Partamian Victorello