Publicado em 12/12/2016 as 12:00pm

Denúncias de desvios de "gorjetas" nos estabelecimentos brasileiros deixa comunidade indignada

Brasileira denunciou em redes sociais que alguns estabelecimentos em Marlborough não estariam entregando os "tips" (gorjetas) deixados por clientes aos funcionários

As redes sociais tem grande poder de fomentação de denúncias na comunidade brasileira residente nos EUA, principalmente em Massachusetts onde os “bazares” são importantes ferramentas de comunicação e tem grande abrangência. A denúncia que indignou muitos essa semana foi a de que alguns estabelecimentos brasileiros não estariam entregando os “tips” (gorjetas) aos seus funcionários.

A prática de dar “tips” para funcionários, especialmente quando o estabelecimento é alimentício, é comum da cultura americana e normalmente praticada por quem reside nos EUA, independente da nacionalidade sendo uma forma de agradecimento pelo bom atendimento prestado e na maioria dos casos, o funcionário conta com as gorjetas deixadas pelos cliente para “complementar” o salário.

A denúncia relatava que os proprietários de alguns comércios estariam agindo de forma desonesta. “Eu acho uma tremenda desonestidade que em alguns comércios em Marlborough, proprietários de comércios brasileiros tem a coragem de ficar com os tips que são deixados para os funcionários”, relatou a denunciante que complementou que essa seria uma prática ocorrida principalmente em restaurantes.

Após a publicação, a denúncia teve grande repercussão, alguns frequentadores de estabelecimentos brasileiros indignados, outros dizendo saber que esse tipo de desvio ocorre em alguns comércios e muitos querendo saber os nomes dos estabelecimentos onde esse desvio acontece. Um internauta, com o perfil Guss Miranda indagou. “Fala o nome do restaurante aí para eu ter certeza que não gasto mais meu dinheiro comendo lá”. Outra internauta complementou a denúncia afirmando que alguns estabelecimentos aproveitam as gorjetas para fazer o pagamento semanal dos funcionários. “Depois usa o dinheiro para fazer o pagamento semanal e se você der o tips na mão do atendente, eles (os donos) não gostam”.

Mas engana-se quem pensa que essa prática ocorre somente em comércios brasileiros, nos comentários da denúncia uma mulher, identificada como “Maria Santos”, relatou que em restaurante chnês isso também acontece. “Quando eu trabalhava em um chinês os tips ficavam para o dono. Tinha um cliente americano que dava por baixo da mesa”, relatou.

Um brasileiro, que preferiu não ser identificado, procurou o Brazilian Times para dizer que “essa prática é mais comum do que se imagina” e que não acontece só em alguns estabelecimentos de Marlborough, mas também na cidade de Framingham. “Estou nos Estados Unidos faz mais de 10 anos. Já trabalhei em muitos comércios brasileiros e vi isso acontecer muitas vezes. Não podemos generalizar, tem muito patrão bom também, mas tem muitos empresários que tem uma boa condição financeira e não teria necessidade nenhuma de fazer isso. É triste pois muitos funcionários contam com as gorjetas para somar ao salário e assim conseguir pagar suas contas e sustentar a família”, relatou.

Fonte: Brazilian Times