Publicado em 28/12/2016 as 7:00pm

Rondonienses estão entre os desaparecidos na travessia para os EUA

O Itamaraty busca informações sobre 19 pessoas que tentavam chegar a Miami saindo do Caribe.

Um barco com dezenas de pessoas que saiu do Caribe com destino aos EUA está desaparecido desde o dia 06 de novembro. Pelo menos 19 ocupantes seriam brasileiros. Entre eles estariam os rondonienses Diego Gonçalves de Araújo de Ji-Paraná, Bruno de Oliveira Souza de Ouro Preto do Oeste e Almir Vital, de Jaru.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, o barco desapareceu no momento em que tentava realizar a travessia das Bahamas, no Caribe, em direção a Miami, um percurso de 80 quilômetros. Os brasileiros embarcaram no dia 6 de novembro e, desde então, os familiares não obtiveram mais informações.

Almir Vital (foto) pretendia chegar aos Estados Unidos, onde já reside uma irmã e o cunhado. A irmã de Almir, Maria Vital, relatou ao Site Jaru Online, que neste momento a família encontra-se em profunda angústia, principalmente por falta de informações sobre seu paradeiro. “Ele queria iniciar uma nova etapa em sua vida, este também é meu sonho, ajudá-lo neste objetivo”, relatou sua irmã.

O Itamaraty informou que a embaixada brasileira em Nassau, capital das Bahamas, está em contato constante com familiares, autoridades do país caribenho e dos Estados Unidos.

Ainda segundo a embaixada, as guardas costeiras dos Estados Unidos e das Bahamas fazem buscas constantes no percurso da travessia à procura de vestígios de um possível naufrágio, mas até o momento nada foi encontrado.

Imigrantes utilizam Rota alternativa de travessia

Com as constantes ocorrências de crimes, na travessia pelo México, as Bahamas, país arquipélago a 80 quilômetros do litoral da Flórida, são um popular destino turístico no mar caribenho, usado como “pano de fundo” por imigrantes que querem entrar nos Estados Unidos. (Informações CBN)

Fonte: Brazilian Times