Publicado em 4/01/2017 as 2:00pm

Advogado brasileiro fala sobre mudança de governo e o que esperar para 2017

"Trump afirmou que o foco das deportações são os imigrantes criminosos e que depois faria uma reforma que todos vão amar", afirma Danilo Brack

Com a chegada de um novo ano, as ansiedades das pessoas aumentam e todos fazem planos e traçam sonhos para o futuro. Cada um tem um projeto de vida e os anseios são diferentes, mas para grande parte da comunidade brasileira que vive nos Estados Unidos, existe uma vontade em comum – a reforma imigratória.

O advogado de imigração Danilo Brack conversou com a redação do Brazilian Times e falou sobre sua visão para 2017 e o que espera. O primeiro ponto citado por ele foi o fato de que “esse ano, o objeto principal das ansiedades, boas ou ruins, é a mudança radical no governo do país”.

Danilo ressalta que os EUA foram liderados, por oito anos, por Barack Obama, o qual ele qualifica como um homem de fala mansa, dotado de uma perfeita oratória de um ativista experiente em lidar com o povo em geral. “Um homem que fez história como o primeiro presidente afro-americano do país e um homem que se fez o símbolo da esperança para o imigrante indocumentado”, fala.

Mas o advogado acrescenta que durante oito anos os imigrantes viveram na ansiedade e esperança de que o nosso alívio viria a qualquer momento e nos últimos oito finais de ano marcavam: “com certeza nesse próximo ano nossa reforma imigratória sairá”. Mas não saiu.

Segundo ele, Donald Trump, que contrariou todas as previsões e opiniões de “experts” em política tornando-se o próximo presidente dos Estados Unidos, usou palavras duras e politicamente incorretas durante a sua campanha. “Ele usou de estratégia anti-imigrante e populista para ganhar a nomeação do partido Republicano (que por sinal, devido ao número extremo de candidatos, foi de fato a maior minoria dos votos), e trouxe consigo uma grande bagagem preocupante para liberais e moderados”, disse.

Para o advogado, o presidente eleito não é do molde normal de um político – na verdade, Donald Trump não é político e parece nem o querer ser. “Sua estratégia, entretanto, funcionou, e em 2017 ele será o novo Presidente da mais potente nação do mundo”, fala ressaltando que isso aumentou a ansiedade das comunidades imigrantes. Entretanto, desde sua vitória até algumas semanas anteriores à eleição, ele mudou sua oratória, principalmente em relação aos nossos imigrantes”, continua.

Danilo lembra que em Chicago, Trump declarou mais de 15 vezes durante um “rally” que seus esforços de deportação seriam focados em imigrantes criminosos e membros de gangues. Após sua vitória, o empresário novamente falou a mesma coisa, várias vezes, e em sua entrevista ao programa “60 Minutes” falou duas vezes que após deportar esses “criminosos” faria um plano imigratório “que os imigrantes irão amar” (tradução literal). Em suas palavras acrescentou “…porque os imigrantes que permanecerão são ‘terrific’”.

O novo chefe da Câmara de Deputados, Paul Ryan, que favorecia a reforma de 2013, também declarou que planeja colocar um plano de reforma imigratória em votação ainda em 2017. “Ano novo é época de introspecção, de avaliação e de autoanálise. Após o choque da vitória de Trump, tivemos o Thanksgiving e em seguida o Natal, períodos de voltarmos nossas atenções à vinda, morte e ressurreição do Filho de Deus. Isso nos leva a lembrar onde a Bíblia diz que ‘O coração do rei é como um rio controlado pelo Senhor; ele o dirige para onde quer’ Pv 21:1 (NVI)”, segue.

Para Danilo, assim será em 2017 – um ano direcionado pela vontade de Deus, “o mesmo Deus que tem protegido as famílias até aqui”. Ele pede ao povo fé e esperança, pois “quando entendemos e aceitamos que nenhuma folha cai ao chão sem a permissão de Deus, entendemos que Trump não tornou-se o próximo Presidente por acaso, mas porque Deus o permitiu”.

Danilo pede para que tosos estejam ansiosos por conhecer o caminho que Deus separou para cada um trilhar nessa terra estrangeira, “dando graças o tempo todo e em qualquer situação no conhecimento que, como diz Pr. Rick Warren: essa vida inteira é apenas um dia da vida eternal com Deus”, finaliza.

Fonte: Brazilian Times