Publicado em 4/01/2017 as 8:00pm

Mãe de criança brasileira com doença rara publica foto da filha após cirurgias nos EUA

Médicos estão surpresos com a rápida recuperação de Melyssa. Família deve retornar ao Brasil em menos de três meses

Recentemente o Brazilian Times publicou matérias contando a história da pequena Melyssa, de apenas 5 anos de idade que há mais de três anos lutava contra uma doença rara, chamada fibroma desmóide que fez com que a criança desenvolvesse um tumor gigante entre a mandíbula e o pescoço. Melyssa reside em Guarulhos (grande São Paulo), juntamente com seus pais Caroline e Manasses e seu irmão caçula. Após buscarem incessantemente por tratamento médico adequeado no Brasil e a história ser amplamente divulgada pela mídia brasileira, o caso chegou ao conhecimento de uma equipe médica americana em Louisiana que ofereceu a Mel, como a menina é carinhosamente chamada por amigos e familiares, a tão sonhada e necessária cirurgia.

Após o sucesso da campanha feita nas redes sociais para arrecadação do dinheiro necessário para os custos da vinda da família, de origem humilde, para os Estados Unidos a cirurgia ocorreu no hospital LSU Health Shreveport, em Louisiana no último dia 20 e uma segunda operação foi necessária no dia 26, após Melyssa ter uma hemorragia interna.

O Brazilian Times tem acompanhado o caso e em contato com  Caroline, soube que  Melyssa se recupera bem. Segundo a mãe, até os médicos estão admirados com a evolução da menina. Se a recuperação de Melyssa continuar surpreendendo, em menos de três meses a família volta ao Brasil. 

Esta semana Carolina postou uma foto da filha em sua página no Facebook, mostrando como tem sido rápido o período de recuperação da filha, que retirou um tumor de mais de  dois quilos e que teve a mandíbula retirada, tendo colocado uma placa de titanium no lugar.

O processo de tratamento terá continuidade através de consultas com um médico no Brasil, indicado pela equipe americana, que irá para acompanhar o caso. “Ainda teremos que retornar algumas vezes para os EUA para que a Mel passe por mais duas cirurgias para reconstrução da face”, relata Caroline ao BT.

Fonte: Thaís Partamian Victorello