Publicado em 16/01/2017 as 3:00pm

Ativistas que combatem a violência doméstica reagem a homicídio de cabo-verdiana

Ativistas que combatem a violência doméstica reagem a homicídio de cabo-verdiana

Foi com enorme choque e tristeza que a comunidade Cabo Verdiana e os seus apoiantes souberam do brutal homicídio de Eugenia Monteiro, de Brockton, no passado dia 9 de janeiro. Monteiro, Cabo Verdiana com 30 anos de idade, mãe de dois, foi alegadamente atingida várias vezes por tiros disparados pelo seu ex-namorado, Matias Andrade, que foi encontrado morto de aparente suicídio na terça-feira. De acordo com a Jane Doe, Inc., a coligação estadual contra a Violência Doméstica e Abuso Sexual, estas são as primeiras mortes relacionadas com violência doméstica em 2017.

Várias organizações com programas de combate à violência doméstica, com funcionários falantes de Português e Criolo de Cabo Verde, disponibilizaram-se para prestar serviços gratuitos e confidenciais e oferecer o seu apoio à comunidade em luto.

“Estamos profundamente entristecidos pela trágica morte de Eugenia Monteiro. A violência doméstica permanece um dos maiores problemas de saúde e segurança pública do nosso tempo, e tem consequências em todas as comunidades. A Health Imperatives está empenhada em prestar, gratuita e confidencialmente, apoio culturalmente adequado, abrigos de emergência, assistência com ordens de restrição, defesa e apoio a sobreviventes, bem como às suas famílias e amigos,” disse Julia E. Kehoe, Presidente e CEO da Health Imperatives, Inc.

Outras organizações prestadoras de apoio a vítimas e sobreviventes de violência doméstica e abuso sexual em Brockton e arredores incluem:

  • Health Imperatives presta serviços e apoio a sobreviventes de abuso sexual e violência doméstica. Estes serviços estão disponíveis para todos, independentemente do género, idade, orientação sexual, raça ou língua, em Inglês, Espanhol, Criolo de Cabo Verde e Português do Brasil. Linha Telefónica 24 horas : 508-588-8255, http://healthimperatives.org/interpersonal-violence-services/
  • Family & Community Resources, Inc., também em Brockton, presta vários serviços para adultos e crianças afetadas por violência doméstica e trauma, com funcionários falantes de várias línguas, incluindo Criolo de Cabo Verde, Português e Espanhol. 508-583-6498, http://www.fcr-ma.org/
  • Massachusetts Alliance of Portuguese Speakers (MAPS), oferece serviços sociais e de saúde em Português e Criolo de Cabo Verde em Boston e arredores. Serviços de violência doméstica são disponibilizados em Dorchester, 617-825-5897; Brighton, 617-787-0557; Cambridge, 617-864-7600; Lowell, 978-970-1250, e Framingham, 508-872-2652; www.maps-inc.org.

As organizações recomendam que todas as pessoas em risco de violência doméstica na comunidade procurem auxílio imediato.

“É crucial que os membros das nossas comunidades confiem no seu instinto e que saibam reconhecer os sinais de alerta,” disse Dulce Ferreira, MA, Diretora do Programa de Violência Doméstica e Abuso Sexual da MAPS. “Se sente que a sua vida ou a de alguém que você conhece pode estar em perigo, procure o apoio gratuito e confidencial de organizações especializadas, tais como a nossa. Se alguém estiver em risco de vida iminente, contate imediatamente a polícia local.”

“Combater a violência doméstica é uma luta constante, e incidentes destes podem deixar-nos desesperados e frustrados, mas devem servir para nos recordar que todos temos um trabalho a fazer para mudar atitudes e construir uma comunidade mais segura,“ disse Ruth Zakarin, LICSW, Diretora dos Serviços de Trauma na Family and Community Resources, Inc.

Para encontrar recursos e programas de violência doméstica e abuso sexual perto de si em Massachusetts, visite o diretório da Jane Doe Inc em www.JaneDoe.org/find_help/search. Para assistência imediata em Massachusetts, contate: SafeLink 1-877-785-2020; TTY: 1-877-521-2601. Fora de Massachusetts, contate a National Domestic Violence Hotline 800-799-SAFE (800-799-7233).

Fonte: Brazilian Times