Publicado em 30/01/2017 as 3:00pm

Exposição em Worcester enaltece a cultura nordestina

Exposição em Worcester enaltece a cultura nordestina

No sábado (28), teve início na galeria Center´s Krikorian, em Worcester (Massachusetts) a maior exibição de inverno da “Bandits & Heroes, Poets, Saints", arte popular do Nordeste brasileiro que seguirá até 11 de março.

A abertura desta exposição foi marcada por um “Festival Day”, com músicas, comidas, atividades e passeios. O prefeito de Worcester, Joseph Petty, esteve presente e elogiou bastante a exposição, além de aprender um pouco sobre o Brasil. A equipe do Worcester Brazilian Festival esteve ajudando no evento e representado por Sueli DiBara mostrou um pouco da cultura brasileira ao povo norte-americano.

O presidente da CDLE/USA, João Arruda de Melo, também esteve presente e ficou empolgado ao ver a cultura nordestina sendo tão apreciada pelas pessoas. "É muito gratificante ver o quanto nosso povo é amado e respeitado", disse.

BANDITS & HEROES, POETS & SAINTES é uma arte popular do Nordeste do Brasil que é uma exposição que utiliza a arte pouco conhecida para contar a história, tradições e cultura brasileira. Com destaque para as contribuições da África, a exposição apresenta esculturas, pinturas, estampas, objetos religiosos, trajes festivos, brinquedos e outros materiais que dão acesso à história e ao cotidiano desta complexa e interessante área das Américas. Está dividido em três partes: A Terra e Seu Povo, que examina a diáspora africana no nordeste brasileiro; Expressões de Fé que exploram a mistura de crenças no Brasil, bem como a fé na arte popular; E poesia, celebração e canção que mostra o poder da arte popular na celebração.

O show oferece uma oportunidade para explorar muitas facetas da história e cultura brasileira e considerar paralelos na América do Norte. A exposição concentra-se na rica cultura que surgiu da mesclagem de raízes europeias, africanas e indígenas no Brasil há mais de 500 anos e dá especial atenção às influências da África sugerindo paralelos na história e experiência dos EUA.

Fonte: Brazilian Times