Publicado em 26/04/2017 as 2:00pm

Jeriel Gomes, uma voz brasileira na polícia de Orlando (FL)

Jeriel Gomes, uma voz brasileira na polícia de Orlando (FL)

A comunidade brasileira está cada vez mais forte nos Estados Unidos. Isso poder ser notado através dos vários brasileiros trabalhando nas mais diversas áreas da sociedade. Nesta edição o Brazilian Times destaca o policial Jeriel Gomes, que atua na polícia de Orlando(Flórida).

Ele, que deu uma entrevista ao canal no You Tube “Orlando Revista”, conta que chegou aos Estados Unidos quando ainda tinha nove anos de idade, frequentou escolas e fazendo parte da comunidade norte-americana.

Gomes relata que antes desse tornar policial, trabalhou como Comissário de Bordo da United Airlines. “Amigos meus morreram no ataque terrorista de 11 de setembro e passados alguns anos eu decidi fazer a diferença na comunidade, no país e não vi outra forma para fazer isso a não ser me tornando um policial”, explica sua entrada na polícia.

Como a cidade de Orlando ser um dos pontos turísticos mais visitados dos Estados Unidos, a cidade tem muitos motoristas turistas que ficam perdidos no trânsito. Gomes atua nesta área, ele deu algumas dicas para quem visita a região, sendo que a primeira orientação é para que as pessoas tenham bastante paciência. “Saia com antecedência do hotel. Não tenha pressa no trânsito”, fala. “É importante que você se familiarize com as leis de nossa cidade”, continua.

Em caso de abordagem policial, Gomes orienta ao motorista para manter a calma, abrir todas as janelas do carro antes do policial se aproximar, acender a luz interior do veículo (se for durante a noite) e jamais sair do veículo a não ser que o oficial solicite.

Ele acrescenta que para o turista, a documentação principal é o passaporte. “Nós checamos o passaporte e a carteira de habilitação, mesmo que seja do Brasil. É recomendável que se carregue os dois”, disse.

Gomes fala que, “infelizmente”, já parou brasileiros no trânsito de Orlando e que a infração maior cometida por eles é a maneira de parar o veículo em uma “placa de parada obrigatória”.

O policial explica que muitos não têm o costume de fazer a parada completa em um cruzamento ou esquina. “Eles reduzem a velocidade e vão seguindo e não veem outro carro, aceleram e seguem. Isso é uma infração e acredito que seja a número 1 cometida pelos brasileiros”, afirma.

O oficial lembra que uma de suas abordagens, o motorista pediu para que o policial “dar um jeitinho”. Gomes afirma que isso pode ser entendido como suborno e o condutor pode ser preso imediatamente. “Jamais faça isso”, disse.

Gomes, mais uma vez, orienta aos brasileiros que forem abordados por um policial. “A calma é primordial e se você não fala inglês, diga ‘portugues only’ que o oficial entenderá na hora que o condutor não consegue se comunicar no idioma local”, fala ressaltando que no departamento de polícia de Orlando existe um programa chamado de Language Line, um número utilizado para ajudar os policiais a se comunicarem com turistas que não falam inglês.

Durante a entrevista, o policial mostrou sua viatura, os equipamentos que possui para melhorar o seu trabalho, inclusive uma espingarda e um fuzil AR15, que fica com ele no veículo.

Para ver mais dicas sobre o trânsito em Orlando, acesse o link goo.gl/s9Aovs.

Fonte: Brazilian Times