Publicado em 5/05/2017 as 11:00am

Festival na Carolina do Norte celebra culturas imigrantes

Entre elas estava a brasileira que foi simbolizada através de danças, exposições e shows

No sábado, dia 29 de Abril, o Depot District em Lexington (Carolina do Norte) foi preenchido com sabores exóticos, trajes e performances de vários países, e uma mistura de culturas que representam todas as facetas da vida norte-americana.

O 21º Festival Multicultural começou às 10:00 a.m., no estacionamento do Breeden Insurance Amphitheater e Standell Properties, localizado na East Third Avenue. As cerimônias de abertura foram realizadas às 10:45. O evento mostrou a diversidade cultural através de figurinos elaborados, instrumentos musicais, exposições e entretenimento.

Laura Duran, do Departamento de Parques e Recreação de Lexington, disse que os organizadores estabeleceram a realização do festival no Depot District da East Third Avenue pelo segundo ano porque "funcionou muito bem no ano passado".

"Foi muito mais acessível e espaço para as pessoas se locomover", disse Duran. "Também nos dá a oportunidade de destacar a área da cidade para que pessoas de fora possam vir ao festival, mas também ver o que Lexington tem para oferecer".

Este ano, o festival foi aberto com uma cerimônia de naturalização, onde vários imigrantes juraram a Bandeira e se tornaram cidadãos dos EUA. Duran disse que a cerimônia foi uma ótima escolha para dar início ao Festival Multicultural.

"Essas pessoas vieram de todo o mundo e fizeram o que precisavam fazer para se tornarem cidadãos dos EUA", disse Duran. "Tem um significado muito simbólico. Qual a melhor maneira de celebrar as diferentes culturas que formam o nosso país do que está?", indaga.

Pela primeira vez, o Festival Multicultural fez uso do recém-renovado Breeden Insurance Amphitheatre como palco internacional. Duran disse que eles estão satisfeitos por ter este novo local como pano de fundo para o evento.

"Estamos muito entusiasmados por expandirmos para o Breeden Insurance Amphitheatre como nosso palco principal", disse.

No festival houve cinco regiões representando os africanos, asiáticos, latinos, nativos americanos e europeus. Cada uma ofereceu demonstrações, informações educacionais e artesanato que se identificam com sua formação cultural.

O palco internacional contou com shows de dança e artistas representando culturas como mexicana, polinésia, irlandesa, norte-americana, cambojana, brasileira e colombiana.

Os acrobatas do Safari no Quênia, que ficaram populares no ano passado, retornaram este ano realizaram duas apresentações, sendo uma no palco principal e uma no espaço reservado para o seu respetivo país.

Outras apresentações aconteceram, entre elas o Purina Dog Show e Circus Stella. Também foi separado uma área para crianças com brinquedos infláveis.

Fonte: Brazilian Times