Publicado em 3/06/2017 as 4:00pm

Juiz estipula $10 mil de fiança para brasileiro que atropelou pedestre em Stoughton

Primeira audiência do caso aconteceu na terça-feira (30). Motorista dirigia sob influência de álcool e sem habilitação.

Aconteceu na terça-feira (30), no Tribunal Distrital de Stoughton (Massachusetts), a primeira audiência do motorista brasileiro, morador de Whitman (MA), que foi preso após atropelar uma pedestre americana na noite de domingo, dia 28.

De acordo com um relatório policial lido no tribunal, os oficiais observaram que Martins tinha o cheiro de álcool em sua respiração e seus olhos estavam vermelhos e vidrados. Durante a defesa, Vairo teria alegaque ele não viu a vítima até que fosse tarde demais.

O juiz estipulou uma fiança de $10 mil. Martins continua detido e deve entregar seu passaporte brasileiro às autoridades americanas. O brasileiro retorna ao tribunal para a sua próxima audiência no dia 28 de junho.

ENTENDA O CASO

O mineiro, nascido em Nova Módica Vairo Martins, 38 anos, dirigia uma van branca na noite de domingo quando por volta de 9:37pm passava pela Park Street, na cidade de Stoughton e acabou atropelando uma mulher que atravessava a rua fora da faixa de pedestres.

Relatos de moradores locais dizem que o brasileiro não estava em alta velocidade, mas que o impacto da batida foi tão grande que pode ser ouvido por quem estava no interior das residências próximas ao local do acidente. A polícia foi rapidamente acionada e Martins foi algemado no local e levado preso, acusado de dirigir sob a influência de álcool, operação negligente de um veículo a motor e operação sem licença de um veículo a motor.

A vítima foi socorrida e levada com ferimentos graves para um hospital da região. Apesar de seu estado de saúde ser estável, em breve ela deve passar por cirurgias nas pernas, pé e costas e espera-se que permaneça no hospital por mais algumas semanas antes de entrar na reabilitação.

Fonte: Brazilian Times