Publicado em 5/07/2017 as 10:00am

Brasileiro é ameaçado de morte em rede social

Após pedir espaço ao BT para se defender das graves acusações feitas nas redes sociais, Adriano recebe ameaça de morte em publicação.

Após ver seu nome envolvido em uma grave acusação de pedofilia publicada em diversas páginas da comunidade brasileira no Facebook, no final do mês de junho o brasileiro Adriano Fernandes de Oliveira, 40 anos, natural de São José da Safira (Minas Gerais), procurou a redação do Brazilian Times para dar sua versão aos fatos e se defender das acusações virtuais.

Na ocasião o mineiro residente na região de Boston (Massachusetts) afirmou que as graves acusações estariam sendo feitas pelo paraibano Valdemar Andrade Neto. Residente no Brasil Neto é ex-marido de atual mulher de Adriano, com quem tem uma filha hoje com 7 anos de idade e que está residindo nos EUA com a mãe.

Em entrevista ao BT Adriano afirmou nunca ter visto Neto pessoalmente e que as acusações de ter cometido pedofilia e ser um foragido procurado no Brasil não tem fundamento e que estarião sendo feitas com o único intuito de prejudica-lo e atingir a ex-mulher. “Isso é muito grave! Sou cristão, jamais cometeria qualquer crime. Estou sofrendo muito com tudo isso”, relatou Adriano.

Dias após a publicação da matéria que saiu na edição MA 2976, outras postagens foram feitas nas mesmas páginas, dessa vez além das acusações de pedofilia, houve também ameaça de morte. Questionado por um internauta um dos perfis que fez a publicação cujo nome está como Marcia Santos afirmou. “Você ainda não percebeu que essa história entre o Adriano e o pai da criança não vai terminar bem? Tem cheiro de sangue... Pula fora.” O internauta segue: “Essa foto da arma serve de prova de ameaça, viu? Fica a dica. Boa sorte... Nossa... cheiro de sangue, o que você quis dizer com isso?”. E Marcia responde: “Para um bom entendedor... Sou apenas uma amiga que está ajudando...Tem muitos aqui na Paraíba que querem ajudar o pai da criança, ele está se preparando para embaraçar para aí...levando uma grana preta e te garanto...ele aí resolve rapidinho”. O diálogo segue com mais ameaças.

Procuramos o Adriano para saber se ele estava ciente dessas ameaças. O brasileiro não só estava ciente como enviou um print de uma ameaça que ele e a esposa teriam recebido por mensagem, nela o mesmo perfil reforça as ameaças.

Adriano e a esposa Carolina afirmam já terem tomadas as medidas necessárias, tendo comunicado a polícia americana sobre as ameaças. “Eles disseram que ele estando no Brasil não podem fazer nada, mas se vier pra cá estaremos protegidos”, relata Adriano que segue. “Eu não entendo onde ele quer chegar com tudo isso... Eu nunca vi esse cara, eu cuido da filha dele e ele faz umas coisas dessas... Minha esposa conta que desde que eles separaram, toda vez que ela tinha algum relacionamento ele tentava atrapalhar”, afirma.

Segundo o casal, no Brasil eles já contrataram um advogado para cuidar do caso e esperam que a situação possa ser resolvida da melhor maneira possível.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News