Publicado em 14/07/2017 as 4:00pm

Autoridades classificam agressão a brasileiro em Boston como extremamente violenta

Agressão foi motivada por briga de trânsito.

Autoridades classificam agressão a brasileiro em Boston como extremamente violenta O brasileiro foi acertado 16 vezes com o taco de basebol

Mineiro de Conselheiro Pena, Célio Pereira, 49 anos, foi mais uma das vítimas de um crime bastante comum nos Estados Unidos, mas pouco tratado pela mídia e a sociedade – as agressões motivadas por brigas de trânsito. Diariamente pessoas são hospitalizadas depois de terem sido agredidas durante este tipo de discussão.

De acordo com as informações, Célio estava a caminho da South Station, em Boston (Massachusetts), pilotando uma scooter, por volta das 8:00 a.m. do dia 6. Ele ia comprar uma passagem de trem para a sua mãe, de acordo com a sua irmã, Gil Pereira.

Em dado momento, na North Washington Street, perto da Causeway Street, o brasileiro foi alvo de uma ultrapassagem perigosa feita pelo jovem Travis El-Saadi, de 20 anos de idade.

Assustado, Célio ficou ao lado do motorista e reclamou pela maneira imprudente como ele fez a ultrapassagem. Neste momento iniciou-se uma rápida discussão.

De acordo com os relatórios policiais, El-Saadi fez ameaças ao brasileiro, que por sua vez disse que chamaria a polícia. Neste momento, o jovem ficou mais irritado ainda, parou o seu veículo, um Acura, em pleno trânsito e começou a agredir Célio com um taco de basebol.

Ele bateu pelo menos 16 vezes no brasileiro, que ficou inconsciente e foi ajudado por vários motoristas, de acordo com as autoridades. Após o primeiro ataque, o brasileiro tentou subir em sua scooter e sair do local, mas foi atacado novamente e, indefeso, foi acertado várias vezes pelo agressor.

O agressor tem apenas 20 anos de idade

O agressor fugiu, mas foi preso horas depois, após a polícia ter acesso a gravações feitas por outros motoristas que testemunharam o espancamento. O procurador Daniel F. Conley elogiou as testemunhas em um comunicado: "O atendimento das testemunhas foi crucial para identificar, localizar e prender o suposto agressor. Membros da comunidade ajudaram os investigadores a resolver um caso de agressão extremamente violento".

O mineiro foi levado para o Mass General Hospital, em Boston, com um corte profundo na cabeça. Ele recebeu quatorze pontos e ficou com vários hematomas nas costas e no braço.

O acusado foi indiciado pelos crimes de agressão com arma perigosa com intenção de matar, agressão com lesão corporal com arma perigosa causando sérias lesões físicas. Ele teve a sua fiança estipulada no valor de $15,000 dólares durante uma audiência que aconteceu na segunda-feira, dia 10.

Célio recebeu alta e está em sua casa, com familiares, recuperando-se do trágico acontecimento. O agressor deve voltar ao Tribunal em 1º de Agosto.

Fonte: Redação - Brazilian Times