Publicado em 17/07/2017 as 8:19am

Filho do empresário Manoel Lino morre e pai fala em suicídio

Vários casos de suicídios na comunidade brasileira foram registrados nos últimos anos.

Filho do empresário Manoel Lino morre e pai fala em suicídio Hélio ao lado do pai Manoel Lino

Na manhã deste domingo, dia 16, a comunidade brasileira foi surpreendida com a morte do jovem Hélio Lino, filho do empresário Manoel Lino, proprietário da Ótica Brasileira, localizada em Everett (Massachusetts). O pai do rapaz, que estava no Brasil quando soube da notícia, divulgou em sua página no Facebook que a causa da morte foi suicídio.

Manoel Lino é uma figura pública bastante conhecida na comunidade, pois além de ser proprietária de uma das mais antigas óticas brasileiras nos Estados Unidos, apresenta um programa de rádio em Massachusetts.

O jornal Brazilian Times tentou contato com Manoel Lino, mas não obteve êxito. A família não quer conversar com a imprensa no momento, relatou um amigo próximo ao empresário que pediu para não ser identificado. Ele ressaltou que todos estão muito abalados e que o jovem não aparentava problemas. “Era uma pessoa alegre, sempre sorrindo. Não imaginávamos que isso fosse acontecer”, disse.

Manoel Lino confirma suicídio

Vários casos de suicídios na comunidade brasileira foram registrados nos últimos anos e isso tem gerado vários debates entre profissionais e ativistas no sentido de entender o que acontece na cabeça destas pessoas. Um internauta comentou em uma das publicações no Facebook relatando o ocorrido. “Só Deus para sarar tamanha ferida. Fica o aviso: Se você está passando por depressão que pode ser traduzido como tristeza prolongado com ou sem um motivo aparente, procure ajuda. Isso é um fardo muito pesado para uma pessoa só. Existem pessoas que te amam e se preocupa com você. Deus conforte essa família”, escreveu.

O problema de suicídio se tornou tão preocupante que a ativista Lídia Sousa se uniu a outros para criar ao grupo Solidariedade, que desde a sua fundação, em abril de 2015, tem ajudado muitas famílias que que tem membros que sofrem coma Depressão. O objetivo era de constituir um fórum aberto de discussão sobre questões relacionadas à saúde mental entre brasileiros residentes nos Estados Unidos.

O projeto tem a missão de informar, educar e ao mesmo tempo criar, promover e apoiar iniciativas que visam fomentar atitudes que ajudem pessoas acometidas de saúde mental. Lídia também é presidente do New England Community Center (NECC), em Stoughton (MA). Mais informações como encontrar ajuda para enfrentar a Depressão, ligue no telefone (781) 436-3190.

Fonte: Redação - Brazilian Times