Publicado em 23/07/2017 as 8:00am

Brasileira procura amiga que supostamente estaria morando nas ruas de Worcester (MA)

Em uma publicação bastante emocionada, a brasileira Ana Paula Dornelas pediu ajuda para encontrar uma amiga do passado.

Brasileira procura amiga que supostamente estaria morando nas ruas de Worcester (MA) Foto de Ana Paula publicada por Dornelas nas redes sociais.

Em uma publicação bastante emocionada, a brasileira Ana Paula Dornelas pediu ajuda para encontrar uma amiga do passado. De acordo com ela, a moça também se chama Ana Paula e estaria envolvida com drogas pesadas. “Desde então ficou difícil ajudá-la”, disse.

Dornelas ressalta que chegou a tomar a decisão de não mais ajudar e não se importaria com o que aconteceria com a moça. “Mas, todos os dias Deus tem tocado o meu coração para fazer algo, pelo menos mais uma vez”, continua.

Ela fala que a última vez que viu, Ana Paula estava morando nas ruas de Lawrence (Massachusetts). “Tentamos conversar, mas ela se recusou a sair das ruas. Mas com a ajuda da polícia conseguimos colocá-la em uma casa de recuperação, onde ficou por três meses”, explica.

Dornelas afirma que há quatro meses ninguém sabe onde Ana Paula está. De acordo com a publicação, a mãe mora no Brasil e um irmão que mora nos Estados Unidos também não tem conhecimento do paradeiro dela. “Só queremos saber se ela está bem, se voltou para as ruas, se continua usando drogas”, fala. “Se um dia receber uma notícia ruim eu não vou me perdoar”, complementa.

A última clinica que Ana Paula ficou internada fica localizada na cidade de Worcester, por isso Dornelas acredita que ela esteja na região. “Ela é uma mulher linda, já é cidadã dos Estados Unidos, fala três idiomas. Ela poderia ter um futuro brilhante, mas por causa das drogas perdeu tudo”, lamenta. “Falava muito em depressão e até em suicídio”, segue.

Dornelas pediu para que as pessoas não compartilhassem a publicação, mas como foi feito de modo público, a redação do Brazilian Times sentiu-se na obrigação de ajudar. No final de seu apelo, ela deixa um telefone de contato: (978) 587-4561.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News