Publicado em 9/08/2017 as 4:00pm

Brasileiros participam de protesto contra projeto do governador de MA

O manifesto assinado por várias organizações será entregue ao governador Charlie Baker e as lideranças legislativas pedindo o cancelamento do projeto.

Brasileiros participam de protesto contra projeto do governador de MA O Grupo Mulher brasileira convida a comunidade a participar de protesto contra o projeto do governador de Massachusetts Charlie Baker.

O Grupo Mulher Brasileira participa nesta quarta-feira, 9 de agosto, de uma manifestação contra o projeto de lei do governador do estado de Massachusetts, Charlie Baker, que visa colocar a polícia local e estadual para trabalhar com a imigração. O protesto, organizado pelo Centro Presente e Centro dos Trabalhadores Brasileiros, tem apoio de mais de 20 outras organizações e acontecerá às 11 horas em frente à State House.

A proposta do governador responde a decisão histórica da Corte Suprema de Massachusetts que há duas semanas disse que a polícia e autoridades de Cortes não têm amparo legal para deter imigrantes com base apenas em pedido da imigração. Este parecer é uma vitória para todos os imigrantes que, independente de antecedentes criminais, ficavam presos a espera da imigração, embora a corte criminal os tivesse liberado.

“O projeto do governador fere todos os princípios de justiça e reafirma o racismo e a discriminação em nossas comunidades. Nós estamos muito preocupadas com a falta de conexão entre as pessoas e as autoridades policiais. O governador deveria estar preocupado com isso porque a segurança das cidades tem a ver com o nível de credibilidade e confiança que os indivíduos têm nas autoridades. Ele deveria tomar a liderança e assegurar o povo de Massachusetts, como tantos outros prefeitos e governadores estão fazendo, que seu governo valorize a contribuição imigrante. O que ele tem feito é criar mais divisões e insegurança”, afirma Heloisa Maria Galvão, diretora executiva do Grupo Mulher Brasileira.

O Grupo Mulher brasileira convida toda a comunidade a participar da manifestação desta quarta-feira. “A hora é de luta. Não podemos ceder ao medo”, disse Heloisa.

O manifesto assinado por várias organizações será entregue ao governador e as lideranças legislativas pedindo o cancelamento do projeto. “Se o Governador não vai defender os direitos humanos básicos dos trabalhadores imigrantes e suas famílias, nós vamos reivindicar que os líderes políticos, deputado estadual Robert DeLeo, e presidente do Senado, Stan Rosenberg, façam o que é certo e garantam o que a Corte mais alta do Estado já declarou – lei federal deve ser aplicada pelas autoridades federais, não por policiais estaduais e locais e sistemas judiciais”, conclui o manifesto.

Fonte: Redação - Brazilian Times