Publicado em 13/08/2017 as 8:00am

Brasileirinha precisa de ajuda da comunidade

Com diagnóstico de escoliose severa, Larissa precisa passar por uma cirurgia que custará cerca de $300 mil

Brasileirinha precisa de ajuda da comunidade Para corrigir a escoliose severa, Larissa precisa passar por uma cirurgia delicada e de alto custo e risco.

Tudo parecia normal na vida do casal de brasileiros Caroline B. Knisely e James B. Knisely. Naturais de São Caetano do Sul (São Paulo), há pouco mais de um ano eles se mudaram para os EUA, onde residem em Winter Garden (Florida) com os dois filhos do casal. Em outubro de 2016, o casal ao levar a filha Larissa, de 11 anos, a uma consulta médica, eles descobriram que teriam uma grande luta pela frente. “Procuramos alguns médicos e hospitais e todos disseram a mesma coisa, que o caso dela necessita de cirurgia, pois a escoliose já está em 80%, alterando e empurrando os órgãos e afetando a altura da perna, fazendo com que ela tenha diferença e manque muitas vezes”, relata Caroline.

A escoliose é uma deformidade vertebral, um desvio da coluna vertebral para a esquerda ou direita, resultando em um formato de "S" ou "C". É um desvio da coluna no plano frontal acompanhado de uma rotação. Larissa é portadora de uma escoliose severa, por isso a necessidade de uma cirurgia especializada e de alto risco.

Desde a descoberta da necessidade cirúrgica os pais de Lalá (como ela é carinhosamente chamada por familiares e amigos), tentam fazer com que a filha não mude a sua rotina, apesar de o problema na coluna já estar afetando alguns movimentos, o que faz com que eles permaneçam atentos e preocupados. “Quando está em casa ela gosta de assistir séries e filmes no Netflix, jogar Just Dance no videogame, ficar comigo conversando ou andar pelo condomínio e pelo lago ao redor de patinete”, conta a mãe.

Larissa esta sendo acompanhada pela equipe médica de profissionais do Shriners Hospital for Children, situado em Tampa (FL). “O hospital que escolhemos fica a 1 hora e 45 minutos de nossa casa, fica em Tampa, mas foi o único lugar que ela sentiu melhor e em casa, por ser um hospital infantil e especializado na cirurgia que vai fazer”, afirma Caroline.

Autêntica, falante, alegre e muito extrovertida, a doce estudante do 6 ano da escola Sunridge Midle School, precisa da ajuda da comunidade para que possa o quanto antes, realizar essa delicada cirurgia de alto custo, mas que trará à ela uma nova perspectiva de qualidade de vida. Os custos com a cirurgia estão em torno de $300 mil, a família calcula que o seguro médico deva cobrir parte do valor, porém eles terão que arcar com cerca de $100 mil, valor esse que não disponibilizam no momento.

Após a cirurgia a previsão é que Larissa precise no mínimo de três meses para se recuperar através de fisioterapia. “O médico disse que serão no mínimo 3 meses para ela reaprender a andar e abaixar, para ter uma vida saudável novamente. Nas primeiras 24 horas ela não pisará no chão, e após isso começará o tratamento pra reabilitação”, conta Caroline.

No próximo dia 16 Larissa terá uma consulta onde os médicos deverão definir a data da cirurgia. Para ajudar a família de Lalá a arrecadar o valor necessário para arcar com o valor da cirurgia, foi criada uma página no site de arrecadação Go Fund Me. Acesse o link: gofundme.com/carol-larissa-botaro para fazer a sua contribuição.

Fonte: Thaís Partamian Victorello