Publicado em 23/08/2017 as 3:30pm

Brasileiros fazem campanha para traslado de jovem morto na fronteira

O jovem planejava se encontrar com alguns parentes que vivem na área de Allston e Brighton (MA).

Brasileiros fazem campanha para traslado de jovem morto na fronteira Maycon Douglas de Andrade Fernandes passou mal e morreu nos arredores de McAllen (TX).

A morte súbita de Maycon Douglas de Andrade Fernandes, de 24 anos, natural de Goiabeira/Conselheiro Pena (MG), no domingo (13), chocou seus familiares e amigos. Ele tentava cruzar clandestinamente a fronteira entre os EUA e México quando passou mal e faleceu. As autoridades americanas, que realizaram a necropsia, ainda não divulgaram a causa da morte. Segundo um companheiro que também fazia a perigosa travessia, Maycon vomitou três vezes e morreu nos arredores da cidade de McAllen (TX). Somente em 2017, ele é o 4º brasileiro que perde a vida tentando entrar ilegalmente nos EUA.

A última vez que Fernandes se comunicou com a família foi no domingo. Ele saiu do Brasil no domingo (6) e já no dia seguinte chegou ao balneário de Cancun. O jovem planejava se encontrar com alguns parentes que vivem na área de Allston e Brighton (MA). Apesar de ser casado, Maycon não tinha filhos e deixou a esposa, mãe e irmão, moradores no Espírito Santo, além dos familiares nos EUA. A família aguarda o traslado do corpo para sepultamento e o resultado da autopsia, que determinará a causa da morte.

Campanha:

A entidade Paz Divina Repatriação Funerária (PADREF), com sede em Inhumas (GO), que se dedica ao traslado dos corpos de brasileiros que morrem no exterior lançou a campanha beneficente: goo.gl/dmVBCm, cujo o objetivo é angariar US$ 12 mil para que Maycon Douglas de Andrade Fernandes seja velado e sepultado em Minas Gerais. Até a tarde de domingo (20) haviam sido arrecadados mais de US$ 5 mil.

“O sonho americano foi interrompido assim como sua vida. E agora, a PADREF (Paz Divina Repatriação Funerária) organiza esta ação solidária para ajudar a família do mineiro, que era da região de Goiabeira/Conselheiro Pena (MG), a fazer o seu traslado do Texas para o Brasil e, assim, dar-lhe um enterro digno. Com a sua doação, conseguiremos providenciar todas as documentações necessárias e transportar o corpo de Maycon para Minas Gerais, onde estão seus familiares e amigos. Ele era uma pessoa muito querida por todos e tinha deixado o irmão e a mãe (que hoje moram no Espírito Santo) para tentar a vida nos Estados Unidos, em busca do sonho americano, mas sua vida foi interrompida. Agora, o seu corpo precisa ser trasladado para a sua cidade natal (em MG) e a PADREF que entende de todo o processo funerário e é respaldada pelos 92 anos de tradição da organização que a fundamenta (localizada em Inhumas – GO), fará o traslado. Com a sua doação, Maycon terá um enterro digno junto aos seus familiares e amigos! Todos nós agradecemos ao seu gesto de solidariedade!”, diz a mensagem postada no website da entidade.

Fonte: Redação - Brazilian Times