Publicado em 28/08/2017 as 11:00am

Filme brasileiro baseado em história real é transmitido em Boston

Em mais uma iniciativa de apoiar a cultura brasileira, espaço Digaaí traz longa metragem situado em Minas Gerais.

Filme brasileiro baseado em história real é transmitido em Boston O longa metragem brasileiro é baseado em fatos reais.

Na noite de sexta-feira, dia 1 de setembro, o espaço cultural brasileiro “Diagaaí” promove mais uma sessão de cinema brasileiro. Dessa vez o longa metragem escolhido é “O contador de histórias”, lançado no Brasil em 2009, com roteiro de  Luiz VillaçaJosé Roberto ToreroMaurício ArrudaMariana Veríssimo e direção geral de Luiz Villaça, o filme tem no elenco os atores Chico Dias, Malu Galli e Ju Colombo.

Baseado em uma história real, “O contador de histórias” conta uma história que se passa em Minas Gerais, nos anos 70, de uma criança nascida em uma favela da capital mineira, Belo Horizonte. Roberto Carlos Ramos, o filho caçula de dez irmãos, com a idade de seis anos foi levado pela mãe para ser internado em uma instituição oficial, entidade assistencial recém-criada pelo governo que, de acordo com a propaganda nos meios de comunicação, preparava crianças para serem verdadeiros profissionais, isto é, quando crescessem se tornariam excelentes médicos, advogados, engenheiros.

Após a internação, a realidade se despontou muito distante para a criança que, até então, era criada em uma família e dotada de fértil imaginação. A despeito das dificuldades em ser alfabetizado, o menino, logo aprendeu as leis da sobrevivência naquele recinto: problema de aprendizado era tributado com mais um biscoito, falar palavrão impunha moral, fingir doença, um bocado extra de comida. Para driblar a adversidade, o pequeno usava seu melhor instrumento que era a inexplicável capacidade de criar situações e imagens para transformar a realidade. 

Aos treze anos, após incontáveis fugas, ele é classificado como ‘irrecuperável’ nas palavras da diretora da entidade. Contudo, para a pedagoga francesa Margherit Duvas, que vem ao Brasil para o desenvolvimento de uma pesquisa, Roberto representa um desafio. Determinada a fazer do menino o objeto de seu estudo, ela tenta se aproximar dele. O que surge entre os dois é uma relação de amizade e ternura, que porá em xeque a descrença de Roberto em se futuro e desafiará Margherit a manter suas convicções. 

O filme será transmitido gratuitamente no espaço “Digaaí”, nesta sexta-feira, dia 1, à 7pm. O endereço é 151 b Pearl Street, em Boston.

Fonte: Redação - Brazilian Times