Publicado em 1/09/2017 as 8:00am

Jovem brasileiro precisa da ajuda da comunidade

Quatro dias após chegar aos Estados Unidos Gabriel Marini sentiu-se mal e foi internado.

Jovem brasileiro precisa da ajuda da comunidade Quatro dias após sua chegada aos EUA, Gabriel passou mal e precisou ser internado as pressas.

Aos 17 anos de idade, o jovem brasileiro Gabriel Marini, natural de Rio das Ostras (Rio de Janeiro), saiu do Brasil para morar nos Estados Unidos em busca do objetivo de aperfeiçoar seu nível de inglês e finalizar seus estudos escolares.

Gabriel chegou a Lauderdale (Flórida) há menos de 15 dias, mais precisamente no dia 20 de agosto. Passado apenas quatro dias, o jovem sentiu um forte mal estar, chegando a vomitar sangue. Logo em seguida ele precisou ser internado.

Após realizar uma série de exames descobriu-se que o diagnóstico de Gabriel era de pneumotórax. Pneumotórax é uma emergência médica causada pela presença de ar entre as membranas que envolvem os pulmões (cavidade pleural) e gera um pulmão colapsado (atelectasia). Pode afetar um ou ambos os pulmões e causar grave dificuldade respiratória.

O brasileiro encontra-se internado no Broward General Hospital, em Fort Lauderdale.

Desde então o jovem encontra-se internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Broward General Hospital, em Fort Lauderdale e três dias após sua internação, foi detectado um tumor nos brônquios Após exames e análises, confirmou-se que o tumor, que está obstruindo totalmente o brônquio direito.

Na manhã de ontem (quinta-feira, 31) Gabriel teria passado por uma cirurgia delicada para a retirada do tumor no brônquio. Até o fechamento desta edição não conseguimos contatar a família do rapaz para saber o estado de saúde dele após o procedimento cirúrgico.

Uma conta foi criado no site Go Fund Me no intuito de arrecadar doações para ajudar nos custos com a internação e cirurgia. De acordo com o relato na página do site, como Gabriel é recém-chegado ao país, não houve tempo de aplicar para seguro saúde e todas as custas terão que ser pagas por seus responsáveis. “As despesas no hospital com procedimentos, remédios, diárias, exames, aumentam a cada dia, perfazendo uma média de 13 mil dólares/dia, sem contar a cirurgia. Por esta razão, precisamos de todo tipo de doação, ajuda e mobilização, para conseguirmos cobrir os gastos hospitalares, e as despesas necessárias neste tempo de internação. Sozinhos não conseguiremos! Precisamos de você, da sua família, da sua igreja, da sua empresa, da sua comunidade”, afirma o relato.

Para fazer sua doação acesse o link: www.gofundme.com/ajude-o-gabriel-a-viver.

Fonte: Redação - Brazilian Times