Publicado em 29/09/2017 as 11:00am

Aspirantes à Cidadania precisam dominar 100 perguntas e aulas de histórias e geografia

Márcia Bulger era vice-diretora de uma escola secundária com dois mil alunos no Brasil quando...

Aspirantes à Cidadania precisam dominar 100 perguntas e aulas de histórias e geografia A professora Aracelli Astorga.

Márcia Bulger era vice-diretora de uma escola secundária com dois mil alunos no Brasil quando decidiu mudar de vida, em 2010, deixando sua família e amigos para iniciar um novo futuro em Paso Robles, na Califórnia.

Ela se apaixonou por um cidadão norte-americano com quem se casou. Mas o relacionamento não deu certo. Depois de encontrar uma nova casa no Condado de San Luis Obispo, a brasileira ficou determinada a ficar no país.

As pessoas e a cultura de sua terra natal permaneciam em seu coração, mas ela gostava do clima ameno melhor do que o calor morno do Brasil. E também a baixa taxa de criminalidade da Costa Central, a simpatia das pessoas e as oportunidades econômicas a fizeram tomar a decisão.

Agora, divorciada e solteira com um Green Card e trabalhando como cuidadora, a brasileira espera tornar-se cidadã dos EUA e poder votar, chamando a vida na América de "um sonho". Ela pediu a cidadania e está frequentando classes semanais na cidade de San Luis Obispo para se preparar para o exame de cidadania.

"Estou aqui agora e quero ficar", disse. "A América está na minha alma".

Novo programa

A brasileira Marcia Bulger se prepara para o exame de cidadania.

Desde maio, a biblioteca municipal de San Luis Obispo oferece uma classe de Cidadania gratuita, com uma hora de duração, às terças a partir das 5:30 p.m.

O diretor do programa, a bibliotecária Aracelli Astorga, acredita que há demanda para o programa semanal. Mas ela teve problemas para atrair participantes e quer incentivar o comparecimento. Os alunos podem participar de poucas ou tantas sessões quanto quiserem.

Os imigrantes devem ter status de residência permanente para se tornar um cidadão americano. Mas Astorga não pergunta sobre qual é o status deles. Ela apenas os deixa conhecer os critérios para se tornar um cidadão.

Astorga não tem certeza se a baixa no comparecimento foi afetada pela posição da administração Trump sobre a imigração ilegal, mas ela acredita que temem. Alguns de seus alunos discutiram a proibição de viagem imposta pelo presidente e os comentários críticos dele sobre os imigrantes.

Astorga iniciou o programa em San Luis Obispo com sete alunos de uma ampla gama de países, incluindo Inglaterra, Jordânia e México, mas depois, nenhum estudante se inscreveu durante o verão, e em setembro ela teve apenas um estudante, a brasileira.

A aula inclui a revisão das 100 questões que podem ser aplicadas no exame de cidadania, sobre civismo e história, bem como potenciais questões relacionadas a temas como antecedentes familiares, história criminal, posse de armas e experiência militar.

Durante o exame, os candidatos precisam responder a até 10 perguntas da lista, das quais devem acertar seis.

Astorga se mudou para a Costa Central, vindo de El Paso (Texas), onde regularmente ensinava em uma biblioteca, cursos de preparação de cidadania para grupos de 15 a 20 alunos, deixando o programa em outubro de 2016, pouco antes da eleição para presidente. Alguns desses estudantes pensaram que a taxa de inscrição para cidadania poderia ser aumentada se Trump se tornasse presidente.

"Eles estavam com medo", disse Astorga. "O humor mudou".

O programa em San Luis Obispo foi promovido através de anúncios na mídia local, folhetos e notificações para pais de alunos, na esperança de atrair interesse. "A demanda é claramente menor do que em uma cidade fronteiriça como El Paso", disse Astorga. "Mas eu acho que existe. Nós estamos aqui para ajudar".

Os participantes podem entrar no curso para saber sobre o processo e nenhum registro ou informações pessoais são necessárias.

QUESTÕES QUE CAEM NO EXAME

A parte cívica do teste de cidadania inclui 100 questões sobre o governo norte-americano, história e geografia. Durante o exame, os candidatos são convidados a responder a até 10 perguntas e devem ter pelo menos 6 acertos. Veja algumas perguntas que caem com frequência:

1. Qual é a lei suprema da terra? R.: A Constituição
2. O que é uma emenda? Uma alteração à Constituição
3. Cite as partes do governo. R.: Executivo, legislativo, judicial;
4. Se o presidente e o vice-presidente não podem mais servir, quem se torna presidente? O representante da Câmara
5. Quem morou na América antes dos europeus chegarem? R.: Os índios norte-americanos ou nativos americanos
6. Quando a Constituição foi escrita? R.: Em 1787
7. Quem foi presidente durante a Grande Depressão e Segunda Guerra Mundial? R.: Franklin Roosevelt
8. Qual o oceano está na costa oeste dos Estados Unidos? R.: Pacífico
9. Qual o nome do hino nacional? R.: The Star-Spangled Banner
10. Quais são os dois direitos na Declaração de Independência? R.: Vida, liberdade, busca da felicidade.

Fonte: Lucci Luciano

Top News