Publicado em 4/10/2017 as 11:00am

Festival de cinema brasileiro atraiu a comunidade de Boston e região

Brazilian Free Spirit Film Festival transmitiu mais de 10 filmes brasileiros com legendas em inglês na Boston University.

Festival de cinema brasileiro atraiu a comunidade de Boston e região Festival de cinema brasileiro aconteceu na Boston University.

Em parceria com a Boston University aconteceu na última sexta-feira, dia 29 de setembro, a abertura do evento Brazilian Free Spirit Film Festival, com a presença do curador da mostra Guilherme Whitaker, o evento foi organizado pelo brasileiro Rodrigo Barros (Boston University) e a Comissão Organizadora PUB-Boston.

Nos três dias de evento foram exibidos 10 filmes brasileiros, com cineastas veteranos como Júlio Bressane e novos nomes do cinema independente como Valentina Homem e Arthur Tuoto. No Brazil, os filmes foram exibidos no Rio, São Paulo, Belo Horizonte e Niterói, que teve Boston como a última etapa deste festival internacional.

O cineasta brasileiro Arthur Tuoto dirigiu um dos filmes que foram transmitidos no Festival.

Os filmes, todos transmitido em português com legendas em inglês, foram produzidos entre 2015 e 2016 e atraiu dezenas de brasileiros e pessoas de diversas nacionalidades para a Boston University. “Gosto muito do cinema nacional. Já tinha assistido dois filmes que passaram no Festival. Aproveitei meu dia de folga e vim prestigiar o evento”, relata a brasileira Silvia Andrade, de 26 anos, moradora da cidade de Lowell (MA). Essa foi uma excelente oportunidade para os fãs do cinema independente brasileiro.

A mostra de cinema teve o apoio e a divulgação do Consulado Geral do Brasil em Boston, que divulgou o calendário das exibições em sua página oficial no Facebook.

O festival aconteceu nas dependências da Boston University. Entre os destaques da programação estavam: "A Propósito de Willer", com direção de Priscyla Bettim, "Não me fale sobre recomeços", com direção de Arthur Tuoto e "Com o Terceiro Olho na Terra da Profanação", dirigido por Catu Rizo.

Fonte: Redação - Brazilian Times