Publicado em 8/10/2017 as 8:00am

Polícia alerta para golpes usando nome da Eversource Energy

Brasileiros alegam terem sido alvos do esquema que obriga as vítimas a depositarem dinheiro para não ficarem sem energia.

Polícia alerta para golpes usando nome da Eversource Energy Estelionatários continuam aplicando golpe via telefone.

Um homem de Hopkinton (Massachusetts) foi alvo deum esquema que utiliza o nome da Eversource Energy, empresa provedora de energia elétrica para residências. De acordo com as informações policiais, a vítima pagou a quantia de $3mil para que a sua energia não fosse cortada.
“O homem só descobriu depois que era uma farsa, depois que ele pagou o dinheiro”, relatou o tenente Joseph Bennett, nesta terça-feira, dia 03.

A vítima, que tem 34 anos de idade, informou aos investigadores que o interlocutor usava um tom de voz e falava igual a um funcionário da empresa. Ele exigiu que o dinheiro fosse pago usando um “Green Dot Card”, que é um cartão de crédito pré-pago.

Depois que percebeu que tinha caído em um golpe, o homem entrou em contato com a Eversource e foi informado de que a empresa não faz este tipo de cobrança e que o dinheiro enviado não foi para ela.

Vários departamentos de polícia relataram tentativas similares de fraudes, de acordo com as declarações do tenente Bennett. “Isso é semelhante a outros golpes que ocorrem ao longo dos anos, tais como o parente preso que precisa de uma fiança imediata ou alguém que se apresenta como coletor do IRS e exige pagamento urgente sob ameaça da vítima ser presa se não pagar”, fala.

O tenente ressaltou que quando alguém ligar e pedir um “Green Dot Card”, ou algo parecido, pode desconfiar que se trata de golpe. “Isso já serve como uma bandeira de alerta, sempre que os estelionatários pedirem meios de pagamentos não tradicionais”, afirma.

A Eversource, ou qualquer outro fornecedor de utilitário, enviam avisos pelo correio antes de um cliente ficar devendo milhares de dólares em contas.

Bennett disse que qualquer pessoa que receber esse tipo de chamada deve ligar para a Eversource ou a sua empresa de serviços públicos para confirmar se a cobrança é real, antes de enviar qualquer quantia em dinheiro. Ele disse que uma vez que o dinheiro é entregue, é muito tarde para recuperá-lo.

"Esses casos são muito difíceis de chegar a uma conclusão por causa da falsificação dos números de telefone ", disse ele.

O Brazilian Times conversou com algumas pessoas para descobrir se o golpe está sendo aplicado na comunidade e acabou chegando em Tiago Bertoloto, 36 anos. Ele disse que não caiu no esquema, mas recebeu dezenas de telefonemas de uma mesma pessoa se identificando como funcionário da empresa de energia e exigia dinheiro para não efetuar o cortar do fornecimento.

Ele afirma que todas as vezes desligou, pois já vinha acompanhando notícias na mídia comunitária de que vários golpes eram aplicados para tirar dinheiro das pessoas. “Eu achei estranho o fato deles me ligarem para cobrar, sendo que o normal é enviar uma carta cobrança ou uma equipe já para efetuar o corte”, continua. “O número que eles usaram começava com 339, o tal telefone da Magic Jack que pode ser usado em qualquer parte do mundo”, finaliza.

As autoridades mantêm o alerta para os golpes aplicados através de ligações telefônicas. O tenente afirma que os órgãos públicos não usam desta técnica para cobrar os cidadãos.

Fonte: Redação - Brazilian Times