Publicado em 23/10/2017 as 12:00pm

Um evento que reconhece a comunidade nos EUA

Idealizado pela Brazilian Community Heritage Foundation, o Brazilian Notable Awards começou em...

Um evento que reconhece a comunidade nos EUA Benito Romero (in memorian) encantou a todos com sua gaita, em 2013.

Idealizado pela Brazilian Community Heritage Foundation, o Brazilian Notable Awards começou em 2008 com o nome de Notaveis USA. A princípio, o evento tinha como objetivo homenagear os brasileiros que se destacaram em suas áreas de atividades no estado de Massachusetts.

Mas com o tempo, o evento foi tomando grandes proporções e abrangendo outros estados e atualmente está em quase todo o país onde a presença da comunidade brasileira é forte. Este crescimento resultou também na troca do nome e de Notaveis USA, passou a ser chamado de Brazilian Notable Awards. Isso se deve, também, à forte participação da comunidade norte-america.

Nesses quase 10 anos de eventos, já foram homenageados artistas, empresários, jornalistas, radialistas, produtores de eventos, DJs, personalidades, profissionais liberais, lideranças religiosas e políticas, entre muitos outros.

Durante o evento acontece uma exposição que conta a História da Comunidade.

O evento conta também com a participação de toda a comunidade, que é a peça chave, pois é ela quem indica e vota naqueles que serão homenageados. Ao logo destes anos, milhares de pessoas acessaram o site e ajudaram a realizar um dos eventos mais importantes para a comunidade brasileira nos Estados Unidos.

Isso, porque além de homenagear os destaques, o Brazilian Notable Awards também promove o nome do Brasil e ajuda a difundir a cultura verde e amarelo neste país.

A escolha dos próximos homenageados está em andamento no momento o processo está na fase de indicação. Quem quiser colaborar e indicar algum brasileiro que mereça este prêmio é só acessar o site www.braziliantimes.com, procurar o banner do evento e clicar. Depois é só seguir as orientações.

Cantor lírico José Paulo no evento em 2013.

 

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News