Publicado em 25/10/2017 as 8:00am

Brasileiros se unem em MA para ajudar vítimas de furacão em Porto Rico

Devastado pelo furacão Maria, os residentes de Porto Rico contam com a ajuda e caridade das...

Brasileiros se unem em MA para ajudar vítimas de furacão em Porto Rico Grupo empacotando as doações.

Devastado pelo furacão Maria, os residentes de Porto Rico contam com a ajuda e caridade das pessoas para recuperar o que perderam e sobreviver. Em todo o mundo, uma enorme mobilização aconteceu para amenizar o sofrimento destas pessoas e em Massachusetts, um grupo de brasileiros se uniu para fazer a sua parte.

O grupo, até o momento, conseguiu enviar dois contêineres e pretende enviar mais cinco. Para arrecadar os produtos, eles fizeram uma campanha usando programas de rádio durante três semanas.

A reportagem do Brazilian Times conversou com Sandra Mendes, uma das divulgadoras da campanha. Ela falou da gratidão em ajudar pessoas que perderam praticamente tudo e o quão grande tem sido a participação da comunidade brasileira de Massachusetts e Connecticut.

Comércio (Açougue do Cowboy) em framingham abraçou a causa.

Brazilian Times – Como teve início a campanha?

Sandra Mendes - A campanha começou em Outubro, no estado de Connecticut, em uma igreja adventista de língua espana (New Britain Spanish SDA Church). Ela foi coordenada pela Pastor Edgardo Herrera. Somos membros da igreja adventista norte-americana (SDA Village Church), em Lancaster (Massachusetts) e fomos convidados a participar do primeiro “telethon” em Connecticut, em outubro, e levamos várias doações que conseguimos arrecadar. Foi então que pensamos em trazer a campanha para Massachusetts e mobilizar a comunidade brasileira, uma vez que só as comunidades dominicanas e porto-riquenhas estavam fazendo isso. Levamos a campanha para a rádio 650 AM ABR, no horário dos programas "Show da manhã" e "Amigos", com o locutor Leandro Luis.

BT – A campanha recebeu apoio dos comerciantes brasileiros?
SM – Sim. Com isso a divulgação na rádio, conseguimos o apoio de alguns comerciantes brasileiros que se tornaram, também, pontos de arrecadação, entre eles o Açougue do Cowboy (Framingham), onde conseguimos arrecadar mais de 500 latas de leite em pó em uma semana. Também outros comércios abriram as suas portas como o USA Auto Repair (Marlborough), Terra Nossa (Abington), Red Hair Salão (Framingham) e Big Boi Meat Market (Worcester). Também se juntou a nós várias igrejas evangélicas e católicas que fizeram arrecadações de alimentos e roupas entre seus membros. Entre elas, a Igreja Presbiteriana, Assembleia de Deus, Católica, Maranatha, Batistas e muitas outras.

Grupo de brasileiros voluntários.

BT – Quanto tempo durou a campanha até o envio dos primeiros contêineres?

SM – Esta campanha foi intensa e por 25 dias, juntamente com as igrejas Adventistas de Connecticut e Massachusetts, conseguimos realizar nossos objetivos. No sábado, dia 21, fizemos um “telethon” em Lancaster, onde recolhemos todas as doações de uma só vez. Foram 12 horas de programação ao vivo transmitida para vários países e alcançamos US$11.000 em doações de dinheiro, 12 mil toneladas de arroz, 10 mil toneladas de feijão e uma grande quantidade de outros produtos não perecíveis, entre eles material de higiene pessoal. Ao todo foram aproximadamente 40 mil toneladas dentro de um contêiner que somando seria aproximadamente US$210 mil em mercadorias. Com este já é o segundo container e a intenção é de que até fevereiro enviemos nove contêineres que somaria o valor de US$75 mil.

BT – Quem vai receber estas doações?
SM - As igrejas Adventistas filiadas a duas entidades uma a nível nacional (ACSDR – Aventist Community Services Disaster Response) e outra a nível global (ADRA – Adventist Development and Refiefs Agency). Para mais informações sobre estas agências visite www.adra.org. O Pastor Edgardo Herrera estará com um número de cadastro e do lacre de cada contêiner no qual depois de inspecionados poderá abri-los e entregar os protudos à Agência da ADRA para serem distribuídos em três cidades mais isoladas de Porto Rico. Com ele estará indo uma equipe de 40 pessoas, inclusive enfermeiros e médicos, que ajudará na distribuição e ajuda de auxílios médicos. Hoje, dia 24, ele se encontra em Porto Rico já para receber o primeiro contêiner.

Grupo de Marter Guide, desbravadores de Boston.

BT – A campanha continuará?

SM – Sim. Ver a situação das pessoas nos motiva cada dia mais a lutar por Porto Rico, onde milhares estão sem eletricidade, água potável e alimentos. Como muitos sabem, a maioria sobrevivia da renda que provinha do turismo e com 85% do país devastado e com a declaração do governador de que se desencadeou uma crise humanitária, a recuperação será lenta e a longo prazo. A ajuda humanitária agora será fundamental para salvar vidas e para ajudá-los a se sobressaírem por alguns meses. Ainda que estejam chegando várias ajudas de todos os lados, as notícias nos mostram que a crise só aumenta, pois o índice de enfermidades e doenças infecciosas tem se agravado a cada dia. Tudo que fizermos aqui será de grande bênçãos e benefícios para eles que não tem nada mais .Por isto esta, campanha não poderá parar até janeiro.

BT – Quem ainda não ajudou, como deve proceder?
SM - Aqueles que queiram ajudar, podem abrir um ponto de arrecadação em suas igrejas, entidades, escolas ou comércios com o título "Há esperança para Porto Rico”. Pode nos chamar que estaremos indo a estes postos para coletar as doações. Meu telefone para contato é (508) 304-4324.

Leandro Luís, locutor da 650 AM, Sandra Mendes, e o Pastor Edgardo Herrera.

PROTUDOS

A Campanha continuará até janeiro e os produtos a serem doados pode ser:

* Alimentos não perecíveis: leite em pó, macarrão, feijão, arroz, molho de tomate, sal, óleo, açúcar, cereais, biscoitos, óleo, água e enlatados;
* Produtos de higiene pessoal: Papel higiênico, creme dental, escova dental, sabonetes, absorventes, fraldas, wipes, escova para cabelo, shampoos, condicionadores, cotonetes, sabão para roupa e louça, sacos para lixo.
OBS: Não está mais sendo aceito qualquer tipo de roupa

LOCAIS PARA DOAÇÃO

Açougue do Cowboy
Hollis Street, Framingham - (508) 371-5582 604

USA Auto Repair
267 Maple Street, Unit D, Marlborough – (508) 904-3311

Big Boi meat Market
43 Chandler Street, Worcester – (508) 304-9161

SDA Village Church
75 Sawyer Street, Lancaster

Contato em Massachusetts:
Sandra Mendes -508.304.4324

Para doações em dinheiro faça um check no nome de New Britain Spanish SDA Church. Memo do check: Ajuda a Porto Rico. Endereço: 425 Grafton Street, Shrewsbury, MA – 01545. Automaticamente o doador receberá um recibo para dedução no seu imposto de renda.

Sandra Mendes com seu esposo, à esquerda, Idam Mendes, e o pastor coordenador da campanha Edgardo Herrera.

 

Fonte: Redação - Brazilian Times