Publicado em 30/10/2017 as 8:00am

Brasileirinho ingere veneno por engano em MA

Vinícius teria ingerido veneno ao encontrar uma embalagem e pensar que fosse chocolate, segundo o GoFundMe.com.

No dia 25, o internauta Tenório Santos, morador em Accord (MA), lançou no website GoFundMe.com a campanha beneficente (www.gofundme.com/w7dgb-help-vinicius), cujo objetivo é angariar US$ 10 mil para arcar com as despesas médicas do menino identificado como Vinicius. Conforme a página da campanha, ele teria ingerido por engano veneno pensando que fosse chocolate.

“Gente, vamos ajudar o Vinícius. Ele encontrou uma embalagem pensando que fosse chocolate e era veneno. Agora, (ele) está em uma cama precisando fazer exame e tratamento. O pouco com Deus é muito. Por favor, ajude (pois) a mãe não está trabalhando e se alguém tiver dúvida, posso dar o what(sApp) da mãe do Vinícius, (Eu) só estou fazendo isso pra ajudar”, postou Santos no GofundMe.com.

A postagem não detalha como Vinícius ingeriu o veneno, somente informando que a criança confundiu a embalagem com a de chocolate. Até a tarde de sexta-feira (27), ainda não havia ocorrido nenhuma doação.

As crianças são muito rápidas e têm uma grande imaginação. Por isso, todo cuidado com elas é pouco. Inclusive pequenos detalhes deixados de lado muitas vezes podem gerar sérias consequências. Os acidentes domésticos são grandes responsáveis por internações e até perda de crianças todos os anos. Parece mentira, mas esses acontecimentos têm proporções enormes. E, muitas vezes, eles estão totalmente ligados aos produtos de higiene e limpeza.

Sim, a ingestão desses itens ou simples contato com regiões sensíveis geram desde pequenos ferimentos externos até grandes intoxicações e queimaduras. Assim, seguem algumas dicas especiais para lidar com esses artigos. Até porque eles não podem ser excluídos das listas de compras, já são tão necessários.

Mantenha produtos tóxicos longe de crianças:

O cuidado começa desde a compra e o transporte. Verifique se o produto está bem fechado e separe-os dos demais alimentos. Esse contato pode levar a uma ingestão indireta das químicas desses itens, o que pode causar problemas de saúde. Mantenha os produtos de limpeza e higiene longe do alcance das crianças, de preferência em lugares altos, que elas não tenham acesso. Jamais deixe em armários ou gavetas de fácil acesso ou de forma que sejam confundidos com alimentos, brinquedos ou medicamentos.

Existem travas que impedem o acesso aos armários e gavetas. Isso evita que as crianças tenham cheguem perto desses artigos. Essa medida é uma das mais eficazes na hora de prevenir o contato dos pequenos.

Fonte: Brazilian Voice