Publicado em 11/11/2017 as 9:00am

Curso no Brasil traz brasileiros para conhecer os bastidores da NYFW

A 6ª edição do NY Fashion Tour já está aberta para inscrições e convida brasileiros para uma das semanas de moda mais importantes do mundo.

Curso no Brasil traz brasileiros para conhecer os bastidores da NYFW Curso ajuda amantes da moda a conhecer bastidores do NY Fashion Week

Se você é apaixonada por moda, com certeza adora acompanhar todas as fashion weeks que acontecem ao redor do globo e não perde nenhum desfile. Além das apresentações incríveis que acontecem, também é super legal descobrir os bastidores de uma semana de moda, seja acompanhando no Instagram ou assistindo a lives no Facebook. Mas se para você fotos e vídeos não são suficientes, o NY Fashion Tour, um curso que traz brasileiros até a cidade de New York para acompanhar de perto tudo que rola na New York Fashion Week, pode ser uma opção incrível!

Criado pelas consultoras Marcia Crivorot e Silvia Scigliano, ambas certificadas pelo FIT – Fashion Institute of Technology – o NY Fashion Tour oferece teoria e prática para qualquer pessoa interessada em conhecer um pouco mais sobre a indústria da moda. Durante seis dias, os participantes recebem palestras, aulas, conversam com estilistas locais e visitam bairros importantes da cidade, sempre focando no cenário fashion. Na próxima edição, os alunos também irão participar de um workshop DIY de customização de jaquetas, orientados pela designer Rose Petrillo, e de um workshop de fotografia e street style, conduzido por Andrea D’Andrea.

Cada turma comporta no máximo 16 alunos e, pela primeira vez, uma bolsa integral estará disponível para estudantes de moda. Se você se encaixa nesta categoria, pode se inscrever para uma entrevista individual. Para quem se interessou pelo evento, as inscrições já estão abertas no site pelo valor de US$ 1790,00, sem incluir hospedagem e passagem. As datas vão de 6 a 11 de fevereiro de 2018 com algumas aulas ministradas no FIT, em português, mas conhecimento intermediário em inglês é necessário para um melhor acompanhamento dos backstages.

Fonte: Redação - Brazilian Times