Publicado em 22/11/2017 as 10:00am

CASO ELIAS VIVIANI

Pastor denuncia que brasileiro usa outras histórias para aplicar golpes.

CASO ELIAS VIVIANI José Elias pediu dinheiro em igreja para pagar suposta diária de hotel.

O jovem José Elias Viviani que foi denunciado recentemente por várias pessoas na comunidade brasileira estaria usando outras histórias para aplicar seus golpes. Em uma notícia divulgada no jornal Brazilian Times, foi citado que ele usava o nome do “pai falecido” para conseguir dinheiro.

Mas nesta terça-feira, dia 21, o pastor Robson, que dirige uma igreja na cidade de Woburn (Massachusetts) entrou em contato com a redação do jornal para alertar que Elias estaria utilizando outras histórias para conseguir dinheiro. “Ele chegou até mim através de um membro da nossa igreja que também é muito caridoso”, disse ressaltando que o suposto golpista se introduziu na cidade através de um restaurante. “Ele procurou o dono, que também é membro da igreja e contou a sua história”.

De acordo com o pastor Robson, Elias contou que estava hospedado em um hotel no estado de New Hampshire, com a esposa, um filho pequeno e um enteado de 14 anos. “Ele me pediu $200 e disse que o dinheiro era para pagar a diária do hotel e que precisava de mais pois tentava alugar uma casa em Woburn”, fala. “Eu perguntei porque ele não alugava um hotel próximo à igreja, onde a diária era muito mais barata e o rapaz sempre contava uma história que conseguia nos convencer”, continua.

O pastor entregou para Elias a quantia de $200 e disse que o dinheiro era da igreja, destinado a ajudar pessoas que realmente precisa. “Eu ainda falei que se fosse mentira, ele estaria roubando de Deus e mesmo assim, o rapaz pegou o dinheiro”, explica. “Após eu dar a quantia que ele me pediu, Elias prometeu que voltaria para dar o seu testemunho do que estava acontecendo em sua vida. Mas simplesmente desapareceu e não tivemos mais notícias dele até ler a matéria no jornal”, segue.

Além do pastor Robson, outros membros da igreja deram dinheiro para Elias baseado na mesma história de que ele precisava pagar a diária do hotel e alugar uma casa, dar o primeiro e último mês ao dono da casa que ele pretendia alugar. “Ele consegue nos convencer, pois vem preparado para responder a todas as perguntas, inclusive ele deu o endereço da casa que supostamente alugaria e realmente o imóvel está para alugar”, afirma.

O pastor acrescenta que um irmão da igreja que aluga quartos ofereceu para Elias um quarto para ele ficar com a família até normalizar a sua vida e não precisaria pagar. Mas o rapaz não aceitou e disse que precisa de dinheiro para pagar o hotel. “Até comida ele rejeitou e aceitou apenas dinheiro”, disse.

Robson vive nos Estados Unidos há 23 anos e neste período sempre ajudou as pessoas. “Eu até desconfiei, mas meu lado humano e a história bem armada por ele me sensibilizou e eu dei o dinheiro”, fala. “Estou fazendo este alerta para que as pessoas fiquem atentas”, finaliza.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News