Publicado em 24/11/2017 as 2:00pm

Colunista do BT ajuda a prender dois ladrões em Newark (NJ)

Em seus 30 anos morando nos Estados Unidos, Geraldo Carlos “Corredor da Paz” ajudou na prisão de 58 ladrões .

Colunista do BT ajuda a prender dois ladrões em Newark (NJ) Geraldo ao lado do policial David após a prisão dos criminosos.

Na tarde de quarta-feira, dia 22, o colunista do jornal Brazilian Times, Geraldo Carlo, mais conhecido por “Corredor da Paz”, protagonizou mais um ato de heroísmo. Ele ajuda na prisão de mais dois criminosos que roubaram uma brasileira na cidade de Newark (New Jersey). O fato aconteceu por volta das 4:50 p.m., na Ferry Street e ao lado de mais algumas pessoas correram atrás dos marginais até conseguir deter um deles.

Geraldo conta que um dos ladrões estava armado e que após deter um dos criminosos, gritou para o grupo que havia outro marginal. “Também corremos atrás do outro e conseguimos pegá-lo, mas ele escapou. Ai eu avisei aos policiais que cercaram onde ele estava e conseguiram prendê-lo”, acrescenta.

Policial prende um dos ladrões.

Após a prisão, Geraldo foi até ao Departamento de Polícia para testemunhar o que aconteceu. Com esta, o brasileiro já conseguiu ajudar os policiais na prisão de 50 criminosos, a maioria deles em New Jersey. “Faço isso para ajudar a manter a segurança da minha comunidade”, ressalta.

Ele ainda faz um alerta para a comunidade e destaca o perigo das ações criminosas com a chegada das festas de final de não. “Aconselho as pessoas a não andarem com o celular nas mãos ou bolsas de fácil acesso para ladrões. Apesar de estarmos na América, aqui também existe criminoso e temos que nos proteger”, afirma.

Mais de dez viaturas cercaram o quarteirão.

O policial que efetuou a prisão após Geraldo conseguir deter os criminosos chama-se David, que é chefe dos detetives da cidade. “Ele é um bom policial e tem feito um bom trabalho junto à nossa comunidade visando a segurança de todos”, fala.

Geraldo também elogiou a ação da polícia, pois com menos de cinco minutos após o fato ser relatado ao 911 (número de emergência) o local ficou cercado por policiais e conseguiram prender os criminosos. “Mais de dez viaturas cercaram o quarteirão para realizar as prisões”, finaliza.

Arma abandonada por um dos criminosos.

 

Fonte: Redação - Brazilian Times