Publicado em 4/12/2017 as 12:00pm

Casal brasileiro é preso pelo ICE em MA

William e Mariana foram detidos em casa por agentes do Departamento de Imigração (ICE)

Casal brasileiro é preso pelo ICE em MA Amigos iniciaram no site Go Fund Me uma campanha para ajudar William e Mariana.

Na noite de terça-feira (28), agentes do Departamento de Imigração (ICE) prenderam o casal William e Mariana, moradores em Massachusetts. A detenção dos brasileiros comoveu amigos, que iniciaram no website GoFundMe.com a campanha: https://www.gofundme.com/mariana-and-willian-immigration, cujo objetivo é angariar a quantia de US$ 10 mil para arcar com os custos da contratação de um advogado de imigração para defender ambos e fianças. A campanha foi lançada pela internauta Caroline Afonso na quinta-feira (30), moradora em Revere (MA), e até a tarde deste domingo (03) havia sido arrecadado quase US$ 400.

“A Mariana e o William são pessoas muito queridas por todos. Na noite de 28 de novembro, a imigração bateu à porta da casa deles e por azar os pegaram. Aqui, como todos sabemos, não e fácil, sempre estamos tentando ajudar um ao outro. Hoje, quem está precisando da nossa ajuda são a Mariana e o William. Peço a todos a compreensão e colaboração de todos para nos ajudar de qualquer forma que for possível. Qualquer doação que for feita vai ser para ajuda com o advogado e as fianças para o casal. Aqueles que não estejam podendo doar no momento, peço que estejam orando por eles. Muito obrigado a todos”, postou Caroline no GoFundMe.com.

O jornal Brazilian Voice relatou que William e Mariana não os únicos brasileiros presos recentemente por agentes do ICE. Na tarde de segunda-feira (27), Anderson Batista, popularmente conhecido como “DJ Anderson Rodeio”, foi detido por agentes do Departamento de Imigração (ICE) quando saía do prédio da Corte Distrital de Marlborough, Massachusetts. Ele é conhecido por animar rodeios brasileiros realizados nos estados de Massachusetts, New Jersey e Pensilvânia.

Segundo o Blog do jornalista Jehozadak Pereira (https://mundoyes.com), Batista compareceu à audiência em decorrência de uma discussão ocorrida entre o DJ e a então namorada há poucos meses, na cidade de Marlborough (MA). Na ocasião, ela teria ameaçado queimar vários documentos dele, incluindo o passaporte. Devido a isso, ele contatou a polícia que o deteve, pois foi acusado de agressão num caso típico de violência doméstica. Após o incidente, Anderson teria se mudado de Marlborough para a cidade de Lowell.

Durante o desenrolar do caso, o DJ teria comparecido à todas as audiências agendadas, sendo que várias delas foram canceladas. Uma nova audiência na Corte Distrital de Marlborough estava agendada para janeiro do ano que vem. Conforme algumas pessoas ouvidas no Blog, Batista teria o número do Seguro Social e carteira, entretanto, o status migratório dele não esteja regularizado. Uma amiga relatou que ele nunca teve qualquer problema com o ICE ou pendência no tribunal.

Campanha beneficente:

Comovidos com o caso, amigos iniciaram no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/anderson-batista-dj-rodeio, cujo objetivo é angariar US$ 8 mil para a contratação de um advogado de imigração que possa defendê-lo. A campanha foi lançada na terça-feira (28) pelo internauta Sorozinho Souza, morador em Revere (MA), e até a manhã de sexta-feira (1) haviam sido arrecadados US$ 3.075.

“Esta campanha é destinada a ajudar ao Anderson Batista (DJ Anderson Rodeio). Ele foi à uma Corte nessa segunda feira, ao sair, foi pego pela Imigração. Ele está sem advogado e estamos tentando arrecadar fundos para poder ajudá-lo. Conto com a ajuda de todos os amigos”, postou Souza no GoFundMe.com.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News