Publicado em 29/12/2017 as 3:00pm

Brasileiros são acusados de roubar $180 mil de mais de 140 contas bancárias em Ohio

Dois brasileiros continuam preso desde o dia 14 de novembro na prisão do Condado de Trumbull, em Ohio.

Brasileiros são acusados de roubar $180 mil de mais de 140 contas bancárias em Ohio Felipe Pena e Antônio Oliveira Neto ficarão presos até o final do julgamento.

Dois brasileiros continuam preso desde o dia 14 de novembro na prisão do Condado de Trumbull, em Ohio. Eles são acusados de roubar milhares de dólares de contas bancárias no estado, usando skimmers, um aparelho que é colocado nos caixas eletrônicos para conseguir as informações dos clientes.

Uma audiência realizada no dia 22, em Youngstown, um grande júri federal decidiu manter Felipe Pena, 27 anos, e Antônio Oliveira Neto, 26 anos, presos até o final do julgamento.

Os agentes do FBI conseguiram efetuar a prisão com a ajuda de um funcionário que abastece o caixa eletrônico do West Liberty Street Cortland Bank percebeu que a câmera do ATM estava desligada.

O funcionário disse que alguém cobriu as lentes da câmera do caixa ATM ao fazer retiradas ilegais, usando cartões clonados. Usando a câmara do celular, ele tirou foto dos dois suspeitos em um carro.

Com as descrições fornecidas pelo funcionário, os investigadores encontraram o carro estacionado em um posto de combustível, a cerca de duas milhas (pouco mais de três quilômetros) de distância do banco. Em seguida foi dada a voz de prisão para Pena e Oliveira Neto.

Quando os investigadores realizaram uma vistoria no veículo, que foi alugado pelos suspeitos em Cleveland, e encontraram os dispositivos usados para roubar informações de cartões de crédito e débito de pessoas que não prestam muita atenção quando usam caixas eletrônicos e outros leitores eletrônicos.

Também foram encontrados dentro do veículo, 280 gifts cards, cartões de crédito e débito, bem como US$139 mil em espécie, dividido em pilhas de US$5 mil amarrados por ligas de borrachas coloridas. 

Os investigadores também encontraram em um dos telefones celulares de um dos suspeitos, fotografias de Pena em um hotel organizando as pilhas de dinheiro. Eles relataram que o aparelho continha um vídeo de pessoas que sacavam dinheiro em caixas eletrônicos e cobriam as câmaras com fita adesiva – uma espécie de tutorial para cometer o crime.

O telefone também continha fotos de recibos da Western Union de dinheiro que foi enviado para o Brasil

A direção do Cortland Bank informou que o dinheiro retirado do seu caixa eletrônico, de forma ilegal, veio de contas do PCN Bank em Cincinnati.

De acordo com uma declaração do FBI, o PCN Bank informou ao Ministério Público do Condado de Trumbull que foram sacados de forma indevida a quantia de US$180 mil, provenientes de mais de 140 contas.

Os dois continuarão presos e não foi divulgada quando será a próxima audiência.

Fonte: Redação - Brazilian Times