Publicado em 3/01/2018 as 10:00am

Shepard é empossada vereadora em Framingham (MA)

A goiana foi eleita para assumir o cargo pelo sétimo distrito e formou o primeiro governo de Framingham.

Shepard é empossada vereadora em Framingham (MA) A vereadora Margareth Shepard, à esquerda, e a Cônsul Glivânia de Oliveira, ladeiam a prefeita de Framingham Yvonne Spicer, após cerimônia de posse.

A goiana Margareth Shepard, 59 anos, entra para a história, tanto da comunidade dos Estados Unidos quanto a brasileira. Ela foi eleita para vereadora no primeiro governo de Framingham (Massachusetts), após se tornar uma cidade. Além disso, ela é a primeira brasileira a assumir um cargo eletivo no país.

A cerimônia de posse aconteceu nesta segunda-feira (1º), no Memorial Building, e além dos vereadores, também foram empossados o Comitê Escolar e a prefeita Yvonne Spicer.

O evento contou com a presença da Cônsul do Brasil em Boston, Glivânia Maria de Oliveira. Entre as autoridades de destaque, também estavam as senadoras Elizabeth Warren e Karen Spilka, o deputado Chris Walsh, a Procuradora-geral de Massachusetts, Maura Healey, entre outros.

Margareth tem uma história de ativismo social na comunidade brasileira nos Estados Unidos há 25 anos e ela se tornou vereadora após vencer as eleições de 7 de novembro passado, pelo sétimo distrito.

Agora vereadora empossada, a brasileira afirma que manterá sua luta pelos direitos dos imigrantes, principalmente dos brasileiros e vai estar ao lado da prefeita, também empossada, Yvonne Spicer, para tornar Framingham em uma cidade acolhedora para todos que querem ajudar em seu desenvolvimento socioeconômico.

Margareth com os parentes durante a contagem de votos em 7 de novembro,

A HISTÓRIA

Margareth chegou aos Estados Unidos em 1992 e a decisão de sair do Brasil se deu por desilusão política, conforme ela relata. A escolha de morar em terras norte-americanas foi em razão de que alguns familiares já moravam no país. Na época, ela estava divorciadas e tinha dois filhos.

No começo a ideia seria passar apenas uma temporada nos EUA, mas com o passar do tempo ela foi se apaixonando pelo país e os planos mudaram. Ela veio primeiro e um ano depois os filhos também se mudaram.

Margareth trabalhou como baby-sitter e o seu começo foi marcado por alguns obstáculos, principalmente o de não falar inglês e não ter uma carteira de motorista. Depois de trabalhar seis meses como babá, ela decidiu mudar de ramo e partiu para a área de limpeza de casas, ramo que mantém até os dias atuais, mas agora como proprietária de uma companhia.

Durante este período, Margareth manteve o seu lado comunitário e sempre esteve ativa na comunidade. Foi assim que ela percebeu que faltava um representante brasileiro na política.

Filiada ao Partido Democrata, em 2015 foi escolhida como membro do Conselho da cidade, mas sem disputa eleitoral. Em 2016, ela decidiu disputar uma vaga para vereadora e formar o primeiro governo da recém cidade emancipada de Framingham.

Agora como vereadora empossada, ela quer promover a imagem do Brasil e brasileiros nos Estados Unidos. Ela tem como um de seus propósitos incentivar outros compatriotas a se envolverem com a política. “Pretendo fazer um trabalho que engrandeça e uma a nossa comunidade”, finaliza.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News