Publicado em 21/02/2018 as 4:00pm

Missionária brasileira perde a luta contra o câncer

Na madrugada desta terça-feira, dia 20, Nair Ornelas, de 47 anos, natural do Paraná, perdeu...

Missionária brasileira perde a luta contra o câncer Velório de Nair Ornelas será sábado, dia 24.

Na madrugada desta terça-feira, dia 20, Nair Ornelas, de 47 anos, natural do Paraná, perdeu uma luta de dois anos e meio contra um câncer no intestino. A missionária evangélica vivia há 21 anos nos Estados Unidos e estava internada num hospital na cidade de Elizabeth; onde veio a falecer em virtude do avanço da doença (metástase).

Nair é casada com o Pastor Luciano Ornelas, natural de Governador Valadares (MG), adjunto da Igreja Assembleia de Deus Shekinah, no bairro do Ironbound, em Newark. Ela deixa 2 filhas, de 8 e 13 anos, além de familiares no Brasil.

De acordo com o site do jornal Brazilian Voice, no sábado (24), o corpo de Nair estará na Igreja Shekinah entre 1:00 pm e 6:00 pm, e às 3:30 pm será realizado o culto fúnebre no local. A Igreja Shekinah fica localizada na 37 Goble Street, em Newark. O sepultamento acontecerá na segunda-feira (26), no Cemitério Arlington, na 748 Schuyler Avenue, em Kearny. O corpo sairá no mesmo dia da Álvarez Funeral Home, às 9:00 am, na 240 Mount Prospect, em Newark.

Campanha

Ainda na terça-feira (20), o internauta Edinei da Silva, morador em Roselle Park, iniciou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: goo.gl/TK4P4V, cujo objetivo é angariar US$ 10 mil para pagar as despesas com velório e sepultamento de Nair Ornelas. Até o fechamento desta edição foram arrecadados quase mil dólares. Além disso, serão pedidas ofertas durante o culto fúnebre e espalhadas caixas de coleta.

“Depois de lutar por 2 anos e meio contra um câncer, a missionária Nair Ornelas veio a falecer na madrugada desta terça-feira, 20 de fevereiro. Viemos através deste comunicado solicitar sua ajuda para as despesas funerárias na certeza da recompensa do Senhor sobre sua vida”, postou Edinei no GoFundMe.com.

Fonte: Redação - Brazilian Times